Índice de custo de produção de bovinos confinados

Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados – ICBC

O Farmnews apresentou a primeira parte da pesquisa de mestrado de Gustavo Sartorello, referente ao Desenvolvimento de Modelo de Cálculo de Custo de Produção de Bovinos Terminados em Confinamento. Confira a segunda e última parte do trabalho do pesquisador, o Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados – ICBC.

Para elaborar o Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados foi realizada pesquisa a campo com grupo de confinadores em São Paulo e Goiás.

O período de coleta de dados a campo foi de julho de 2015 a fevereiro de 2016 e contou com 19 confinadores que responderam por completo o questionário de 45 perguntas relacionadas aos aspectos gerais e técnicos, bem como as expectativas para atividade.

Após a pesquisa de campo, as informações foram organizadas e descritas conforme material e métodos da dissertação, que pode ser acessado na íntegra a partir do contato conosco. Como mencionamos no primeiro artigo, para os interessados em acessar o estudo completo, termos o prazer em colocá-lo em contato com o pesquisador.

As propriedades propostas foram definidas nos seguintes termos: CSPm, referente aos confinadores de São Paulo com média capacidade de produção; CSPg, referente aos confinadores de São Paulo com grande capacidade de produção; e CGO, referente aos confinadores de Goiás.

Assim, apresenta-se na Tabela a seguir como ficaram definidas as propriedades.

 

Parâmetros utilizadas nas propriedades avaliadas no estudo
  CSPm CSPg CGO
Capacidade produtiva ano ano, animais 3.000 27.000 16.500
Área de ocupação do confinamento, ha 10 30 30
Idade inicial, meses 26 24 22
Peso vivo inicial, kg 390 353,9 353,3
Peso vivo final, kg 537,0 508,4 509,0
Ganho de peso médio diário, kg 1,574 1,500 1,573
Oferta de ração, kg de matéria seca 10,56 10,40 10,00
Dias de alimentação 95 103 99
Mortalidade 0,31% 0,47% 0,34%
Número de funcionários 3 25 15
Espaço de cocho por animal, cm 32 30 31
Área no piquete por animal, m2 13,0 15,0 10,5
Limpeza dos currais de engorda, ao ano 0 2 1
Fábrica de ração, m2 750 2.350 1.800
Fonte: Dados da pesquisa

 

A partir da definição das propriedades estudadas, foi possível calcular os custos de produção e compará-los.

A seguir foram descritos os custos por arroba de boi gordo das propriedades, conforme Tabela abaixo.

Itens de custo Custo por @
Custos variáveis – CV CSPm CSPg CGO
Aquisição de animais R$ 102,48 R$ 96,56 R$ 88,64
Alimentação R$ 40,65 R$ 43,69 R$ 42,30
Manejo sanitário R$ 0,16 R$ 0,29 R$ 0,27
Manejo de identificação R$ 0,41 R$ 0,40 R$ 0,41
Outros custos variáveis R$ 0,37 R$ 0,91 R$ 0,83
Impostos variáveis R$ 3,62 R$ 6,89 R$ 3,25
Subtotal – Custos variáveis R$ 147,70 R$ 148,75 R$ 135,70
Custos semi-fixos – CSF      
Energia elétrica R$ 0,09 R$ 0,21 R$ 0,23
Telefonia e serviço de internet R$ 0,01 R$ 0,02 R$ 0,02
Combustíveis R$ 0,53 R$ 0,55 R$ 0,59
Outros custos semi-fixos R$ 0,15 R$ 0,20 R$ 0,17
Subtotal – Custos semi-fixos R$ 0,78 R$ 0,98 R$ 1,01
Custos fixos – CF      
Mão-de-obra R$ 0,55 R$ 1,44 R$ 1,28
Depreciações R$ 2,14 R$ 1,56 R$ 1,54
Manutenção R$ 2,60 R$ 2,07 R$ 2,12
Subtotal – Custos fixos R$ 5,29 R$ 5,07 R$ 4,94
Custo com a renda dos fatores – CO      
Remuneração de capital de giro R$ 4,68 R$ 5,00 R$ 4,39
Remuneração de capital fixo R$ 2,33 R$ 1,74 R$ 1,78
Remuneração da terra R$ 0,21 R$ 0,07 R$ 0,04
Subtotal – Renda dos fatores R$ 7,21 R$ 6,82 R$ 6,22
Custo operacional efetivo – COE R$ 149,02 R$ 151,17 R$ 138,00
Custo operacional total – COT R$ 153,76 R$ 154,80 R$ 141,64
Custo total – CT R$ 160,98 R$ 161,62 R$ 147,87
Custo operacional ao dia – COPd R$ 1,95 R$ 1,73 R$ 1,72
Fonte: Dados da pesquisa

 

Ao verificar o custo operacional por dia, os custos foram similares entre CSPg e CGO: R$ 1,73 e R$ 1,72, respectivamente, esses últimos inferiores ao do CSPm, que foi de R$ 1,95. O custo operacional mais elevado para a unidade CSPm pode ser devido a utilização dos recursos imobilizados em função do número de arrobas produzidas.

Observa-se que os custos totais por arroba, das unidades de São Paulo foram semelhantes entre si: R$ 160,98 e R$ 161,62, para CSPm e CSPg, nesta ordem.

Os itens que mais oneraram os custos variáveis, e da atividade como um todo, foram os próprios animais magros para a engorda, 61,1%, na média das três propriedades. Em seguida, há os custos alimentares (26,9%).

Como temos destacado o mais importante aqui é criar um critério de análise de custo de produção de bovinos em confinamento e comparar esses dados entre as propriedades.

Desse modo, o Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados pode ser visto como ferramenta a favor da transparência entre confinadores e a indústria frigorífica.

O confinador terá melhores condições de negociar seu produto final e receber preço justo que cubra todos os seus custos, garantindo, com isso, a sua rentabilidade.

Por fim, o Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados permite aos pesquisadores o acompanhamento constante dos preços de todos os insumos e produtos utilizados na atividade. Isso facilita a análise de variações desses preços na rentabilidade do setor.

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados – ICBC was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!