A indústria de carnes dos Estados Unidos terá um grande desafio pela frente nos próximos 2 anos!

Nos próximos 2 anos, uma das principais questões da indústria de carnes dos EUA é de como lidar a crescente oferta de carnes. Isso porque em 2018 e em 2019 a expectativa é que a produção de carnes aumente ainda mais no país.

Vale lembrar que o estoque de carnes nos Estados Unidos, no final de outubro de 2017, foi 5,2% superior ao ano anterior e 11,5% superior à média de 5 anos. Clique aqui e saiba mais!

De 2015 a 2017, a produção de carnes vermelhas, o que inclui as carnes bovina, suína, cordeiro e vitela além da carne de aves, estabeleceram novos recordes anuais.

Pois é, a indústria de carnes nos Estados Unidos não para de crescer e em 2017 a expectativa é que a produção total seja 2,5% maior que a de 2016.

O fato é que a produção de carne bovina em 2017 deverá ser a maior dede o ano de 2011, enquanto a produção de carne suína e aves estabelecem novos recordes todos os anos.

É importante destacar também que o aumento estimado do consumo percapita de carne bovina em 2017 será o maior desde 2012. Já o consumo percapita de frango será recorde histórico.

Contudo, mesmo com o aumento do consumo interno, a indústria de carnes do país está cada vez mais dependente do mercado externo para escoar sua produção.

Esse cenário da crescente importância do mercado externo, em especial para a carne bovina dos Estados Unidos, foi discutido no Farmnews (clique aqui),

Clique aqui e confira a evolução histórica da exportação e importação de carne bovina dos Estados Unidos desde o ano 2000.

O Farmnews atualiza também os dados do balanço da pecuária de corte nos Estados Unidos, segundo as estimativas do USDA em novembro de 2017. Clique aqui!

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics!

O desafio da indústria de carnes dos Estados Unidos em 2018 e 2019 was last modified: by