Gráfico de evolução dos preços do boi gordo em dólar - valores nominais CEPEA/ESALQ BACEN

Preço do boi gordo em dólar e sua competitividade no exterior

No Farmnews de hoje iremos apresentar a evolução do preço do boi gordo em dólar nas duas últimas décadas, segundo base de dados do CEPEA/ESALQ.

A importância de avaliar o preço do boi gordo em dólar é justamente de comparar a competitividade do mercado pecuário brasileiro com seus principais concorrentes no cenário internacional. Como temos discutido nos artigos anteriores, o mercado de exportação de carne bovina do Brasil tem apresentado números crescentes, impulsionado por preços atraentes para os principais compradores da carne nacional.

Desse modo, vamos destacar a evolução de preços da carne bovina nacional em moeda americana ao longo desses 20 anos e comparar os preços de nossos principais concorrentes quando o assunto é o mercado de exportação.

A primeira Figura abaixo destaca o comportamento de preços do boi gordo cotado em moeda nacional e em dólar desde 1997.

 

Gráfico de evolução dos preços do boi gordo em dólar - valores nominais CEPEA/ESALQ BACEN

Fonte: Dado adaptados do CEPEA/ESALQ e BACEN

 

O boi gordo em valores nominais, ou seja, desconsiderando a inflação e cotado em Reais, saiu de R$24,1/@ no início de 1997 para os atuais R$158,0/@ em 2016. Nesses 20 anos o boi acumulou alta de 556%, uma valorização média anual de 27,8%.

Analisando o preço do boi gordo em dólar,  na mesma base de comparação, vemos que o preço saiu do mesmo patamar em relação ao valor em Real, ou seja, de US$23,1/@ para os atuais US$44,2/@. A valorização acumulada do boi gordo cotado em dólar foi de 90% nestes 20 anos de análise.

 

Nas últimas duas décadas, o boi gordo cotado em Real valorizou acima de 550%, enquanto o preço do boi gordo em dólar subiu cerca de 90%.

O câmbio (segunda Figura abaixo) foi a variável que contribuiu para amenizar o efeito da alta dos preços em Reais e mantendo a pecuária de corte competitiva em termos de preços no mercado internacional.

 

Gráfico de evolução da cotação do dólar Fonte: BACEN

Fonte: BACEN

 

A Figura acima ilustra a volatilidade do câmbio ao longo desses últimos 20 anos, destacando que em 2002 o país já tinha vislumbrado um dólar a próximos dos atuais, girando em torno de R$4,0/US$.

O importante é ressaltar que mesmo com o boi gordo cotado nos patamares mais elevados na sua história em moeda nacional, o efeito do câmbio faz com que sua a cotação, em dólar, seja ainda bastante competitiva no mercado internacional. Veja abaixo os preços aproximados do boi gordo dos nossos principais países concorrentes:

  • Argentina: US$65,0/@;
  • Austrália: US$ 65,0/@;
  • EUA: US$ 75,0/@;
  • Uruguai: US$ 45,0/@.

Acompanhe os artigos que trazem os dados do mercado de pecuária de corte.

O Farmnews é uma parceria com a Farmlogics que fornece uma plataforma online de controle de estoque e gestão pecuária de modo prático. Acesse os dados de seu rebanho de onde estiver com a Farmlogics. Acesse, cadastre-se e conheça!

 

Preço do boi gordo em dólar e sua competitividade no exterior was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!