Bg_carne

Carne bovina, boi e inflação: entenda causas e efeitos nos preços

Uma análise sempre relevante é a de comparar os valores do boi gordo com os preços da carne bovina. Independente da discussão de margens entre os segmentos da cadeia, entender a relação de valor entre o boi e a carne merece atenção, ainda mais no momento de alta do mercado pecuário como visto atualmente. A questão aqui é a de entender se a carne bovina tem acompanhado, na mesma proporção, a escala de alta do boi gordo e qual a relação desses preços com um indicador de inflação, como o IGP-M.

O assunto sobre margens dos pecuaristas, da indústria frigorífica, dos distribuidores e no varejo não é objetivo desta conversa. O que gostaríamos, como dissemos, é de apenas mostrar alguns dados de preços e avaliar se a carne tem acompanhado a alta observada no boi gordo. Muitos se questionam sobre o poder de compra do consumidor e qual seria a relação entre preços e demanda, pois com a recente escalada de alta da carne bovina os estudos de elasticidade-renda da carne bovina ganharam destaque e certamente novos horizontes. De qualquer modo, a proposta do Farmnews de hoje é apresentar dados, deixando para os leitores suas análises de mercado. Por isso seus comentários e participação é muito importante!

Confira a variação de preços da carne bovina, inflação e do boi gordo!

A primeira Figura abaixo mostra a evolução percentual dos preços do boi gordo em SP (base CEPEA/ESALQ) e da carne bovina, representada pela ponta de agulha e o traseiro completo (base IEA) desde 2010.

Variação acumulada do boi gordo e carne bovina

Fonte: Dados adaptados do IEA – Instituto de Economia Agrícola e CEPEA/ESALQ

 

Nessa série histórica de pouco mais de 6 anos a ponta de agulha apresentou acumulada de 147%, ou seja, a maior valorização dentre os itens avaliados. A expressiva alta dos preços da carne ponta de agulha foi seguida pela alta do boi gordo, que valorizou quase 110% no período e do traseiro com osso, com alta de 92%. O IGP-M ficou bastante abaixo da alta observada no mercado pecuário e da carne bovina, com 55% de valorização acumulada no período.

E o que podemos concluir disso?

Apesar da ponta de agulha ter apresentado uma alta de preços expressiva frente ao boi gordo, tanto a carne bovina como o boi gordo valorizaram muito acima da inflação, medida pelo IGP-M. De fato, o IGP-M não é referência para o comportamento de preços do boi gordo e carne bovina.

A segunda Figura ilustra o comportamento de preços de alguns cortes de carne bovina em um período de tempo mais recente, desde 2013.

Gráfico de variação de preços de cortes de carne bovina contra file coxao duro acem

Fonte: Adaptado da base de dados do IEA – Instituo de Economia Agrícola e do CEPEA/ESALQ

Observando os dados apresentados nas Figuras acima vemos que a carne bovina tem valorizado acima da inflação, indicando perda do poder de compra do consumidor. O que seria importante é estarmos atentos a tendência de consumo da carne bovina e das proteínas de origem animal concorrentes. Assim poderemos discutir o efeito prático desses preços mais elevados.

O Farmnews é uma parceria da Farmlogics que desenvolve recursos online de gestão de rebanho e controle pecuário. Acesse e saiba mais!

 

Carne bovina, boi e inflação: entenda causas e efeitos nos preços was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!