nesp

NESP será o novo entreposto de São Paulo!

Saiba mais do NESP, Novo Entreposto de São Paulo que promete reduzir o desperdício de alimentos e fortalecer a produção local!

O Estado de São Paulo ainda possui um sistema de abastecimento de alimentos ultrapassado, e só aumenta a demora para a transferência da Ceagesp.

Pensando em oferecer melhores condições para os consumidores de todos os municípios da região, o Novo Entreposto de São Paulo (NESP), projeto que busca ser o futuro Centro de abastecimento de São Paulo, aderiu às recomendações da FAO para mudar esse cenário.

Aliás o Foodnews destacou as perdas estimadas de alimentos na Ceagesp. Clique aqui e confira os números!

O Novo Entreposto de São Paulo (NESP), projeto privado de iniciativa de produtores e comerciantes permissionários da Ceagesp, no bairro de Perus, é congruente com a Agenda da Alimentação Urbana, que acaba de ser lançada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

O estudo salienta a necessidade de se integrarem as políticas de nutrição ao planejamento urbano. Reúne exemplos e enfatiza a importância de boas práticas na redução do desperdício de comida, na promoção de dietas saudáveis e no fortalecimento das cadeias locais de produção.

“Nesse contexto, o NESP contribuirá muito para a redução do desperdício de hortifrutigranjeiros e pescados, possibilitando que os alimentos cheguem com melhor qualidade e mais frescos às mesas do consumidor final e contribuindo para o fortalecimento da cadeia de abastecimento da capital e Grande São Paulo”, salienta João Barossi, representante do novo entreposto, cuja estrutura possibilitará todos esses avanços.

Localizado na confluência das rodovias Bandeirantes e Anhanguera e servido pelo rodoanel e, ainda, por ferrovia, o NESP agilizará o fluxo de movimentação dos alimentos. Internamente, terá toda uma estrutura moderna de comercialização e logística, que garantirá total mobilidade, 24 horas por dia, sem congestionamentos na chegada, saída e fluxo interno de mercadorias. Além disso, as condições de higiene, segurança e das plataformas de comercialização garantirão as melhores condições para que feirantes, pequenos e médios varejistas, supermercados e restaurantes comprem dos permissionários os produtos destinados ao consumidor final.

O novo entreposto poderá receber caminhões maiores (hoje, o chamado bitrem não consegue entrar na Ceagesp). Propiciará, ainda, a reorganização da logística, de modo que veículos menores façam a distribuição de produtos na Grande São Paulo, reduzindo as rotas que atravessam a cidade. Assim, os custos da movimentação de mercadorias deverão ser menores. Ademais, número expressivo de caminhões será retirado da área urbana, com melhoria do trânsito e atenuação das emissões de poluentes.

“Ou seja, menos desperdício e mais qualidade dos produtos, mobilidade e meio ambiente, com a oferta de alimentos mais saudáveis à população e melhor atendimento a todos os elos da cadeia de abastecimento, fortalecendo-a. Tais avanços, estão em linha com as recomendações da FAO”, observa Valentim Appolari, concluindo: “A inclusão do abastecimento no planejamento urbano das cidades, como preconiza o estudo do organismo da ONU, é fundamental, principalmente nas grandes cidades”.

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

NESP será o novo entreposto de São Paulo! was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!