valor_info

O alto valor da informação na fazenda!

“Para saber onde vou, tenho antes de saber onde estou.”

Essa é uma frase bastante conhecida e parece óbvio entender seu significado. Mas será que na prática o pecuarista pratica este ensinamento?

No Farmnews de hoje iremos debater sobre o valor da informação na gestão da fazenda.

Quando dizemos que preciso saber onde estou para saber onde vou, a ideia aqui é da necessidade de termos informação do nosso negócio antes de qualquer decisão.

A base de tudo é a informação do que acontece hoje no nosso negócio para saber que decisão tomar. Como vou saber que touros ou sêmen são mais adequados ao meu rebanho de cria se não sei quais características de desempenho são as mais economicamente importantes para o meu sistema de produção? Como saber se a alta de preços do boi gordo está sendo benéfica para o meu negócio se não acompanho a margem de lucro da minha atividade?

Essas e muitas outras perguntas só podem ser respondidas com informação. Sem informação, tudo é suposição!

A gestão começa pela informação e isso é o que deve ser levado em consideração para iniciarmos qualquer debate sobre gestão. A gestão se faz sobre os números da fazenda. Dados de custo, dados de vendas, desempenho zootécnico entre outros.

A informação na fazenda, como em qualquer outro empreendimento, deve ser organizada na forma de orçamento. É a partir do orçamento que o pecuarista pode fazer a gestão do seu negócio, acompanhando os resultados esperados com o resultado realizado para custos e receitas.

Desse modo, orçamento é o conjunto de informações da empresa que avalia:

  • Estoque de rebanho
  • Produtividade
  • Custo
  • Faturamento

O valor da informação vai sempre depender do perfil do empresário. Vão existir aqueles pecuaristas com perfil de avaliar mais a fundo os dados do negócio e aqueles que preferem gerir com base em informações menos detalhadas.

Coletar informação envolve custo e certamente que sua coleta vai depender da utilidade. Por exemplo, dependendo da gestão do pecuarista, ele acompanha os gastos de combustível total da fazenda. Em alguns casos pode ser de interesse avaliar os gastos do combustível por tipo de implemento ou por operação realizada, ou seja, gasto de combustível nas atividades de distribuição de sal, nos processos de manutenção de pastagem, manutenção das estradas entre outros.

Esse critério de detalhamento vai depender da estrutura da fazenda para coletar tais informações, do interesse do pecuarista em relação ao custo de obter o dado, bem como na importância e necessidade de aplicar gestão em tal nível de detalhamento.

Muitas vezes é recomendado iniciar um processo de coleta de informação funcional e simples e evoluir no detalhamento conforme a necessidade da informação aumenta. Ser simples é fundamental no início do planejamento da gestão e coleta de informações.

Na próxima semana iremos  falar um pouco mais de orçamento. Fique atento!

Lembre-se que faturamento alto não garante resultado bom. Posso ter faturado alto, mas se meu custo for igualmente alto, a coisa não funciona. O que importa no fim das contas é a margem do negócio!

Acompanhe os artigos que trazem conceitos de gestão. Cadastre-se no Farmnews e receba nossa newsletter semanalmente!

O Farmnews é uma parceria com a Farmlogics – http://www.farmlogics.com.br– que fornece uma plataforma online de controle de estoque e gestão pecuária de modo prático. Acesse os dados de seu rebanho de onde estiver com a Farmlogics. Acesse, cadastre-se e conheça!

 

 

 

O alto valor da informação na fazenda! was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!