O ritmo de negócios envolvendo a venda de carne bovina está menor que o esperado em maio de 2017.

Segundo colaboradores do Cepea, nem mesmo o Dia das Mães, quando tradicionalmente o consumo aumenta, foi capaz de aquecer a demanda na primeira quinzena de maio. Assim, os preços da carne permanecem estáveis no atacado da Grande São Paulo.

Aliás, o Dia das Mães é a segunda melhor data de consumo de carne suína, perdendo apenas para o Natal. Clique aqui para acessar o artigo que fala deste assunto!

Na quarta-feira, 17 de maio, a carcaça casada de boi fechou a R$ 9,92/kg, ligeira queda de 1,3% no acumulado parcial deste mês.

No mercado de boi gordo, embora a oferta de animais não seja considerada expressiva, a retração compradora tem resultado em quedas nos valores médios da arroba – muitas indústrias recuaram, especialmente após conseguir fechar alguns dias de escala de abate.

O Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa fechou a R$ 136,98 nesse dia 17 de maio, recuo de 1,52% no acumulado parcial de maio.

Veja abaixo o comportamento recente de preços do boi gordo, segundo indicador Cepea/Esalq.

 

venda de carne bovina

Fonte: Dados do Cepea/Esalq (adaptado por Farmnews)

 

Na verdade o preço do boi gordo acumula queda de 8,0% em 2017, já que iniciou o ano a R$148,9/@ e no dia 17 de maio o valor era de R$137,0/@.

Além da venda de carne bovina no mercado interno estar decepcionante neste mês de maio, o mercado de exportação igualmente não tem contribuído para um melhor cenário para este mercado.

O ritmo de venda de carne bovina do Brasil no mercado internacional está abaixo dos valores alcançados no mesmo período do ano (abril de 2016) e mês anterior (março de 2017).

A queda no volume de venda de carne bovina brasileira no mercado internacional é expressiva.

Clique aqui para acessar o artigo completo!

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics – www.farmlogics.com.br. Cadastre-se e confira nosso plano grátis de gestão de fazenda de pecuária de corte!

Venda de carne bovina tem ritmo lento em São Paulo was last modified: by