custo de produção da soja

Custo de produção da soja na safra 2019/20 preocupa agricultores

O Cepea apresenta os dados de custo de produção da soja no Brasil para a safra 2019/20.

Afinal qual a expectativa para o custo de produção da soja nas principais praças produtoras do Brasil na safra 2019/20?

O fato é que o aumento dos preços dos insumos agrícolas, principalmente dos fertilizantes, tem impulsionado o custo de produção da soja para a próxima temporada (2019/2020).

Como consequência, o produtor brasileiro postergou a aquisição de insumos, visto que, no primeiro semestre de 2019, foi registrado o pior poder de compra (soja x fertilizante) das últimas safras. Esse cenário deve reduzir ainda mais a margem do produtor na próxima temporada.

Aliás, saiba que o custo de produção da soja no Brasil é maior que nos EUA e o dobro do apurado na Argentina. Clique aqui e confira os dados!

Em Rio Verde (GO), o orçamento para a safra 2019/2020 foi de R$2.863,40/ha, 7% maior que no mesmo período da safra anterior, com os valores dos fertilizantes registrando a alta mais expressiva no mesmo comparativo, 18%. Neste cenário, a preços da soja de maio/2019, o produtor precisaria de, pelo menos, 45,5 sacas da oleaginosa por hectare para pagar o COE.

Em Sorriso (MT) e Luís Eduardo Magalhães (BA), os aumentos médios do COE são de 12% e 8%, respectivamente. Na praça mato-grossense, o COE da safra 2019/2020 somou R$2.917,86/ha, com os valores dos fertilizantes 27% maiores na atual temporada frente à anterior. Assim, no mesmo comparativo, o produtor precisaria produzir ao menos 49,2 sacas por hectare para saldar o COE, o maior resultado entre as praças.

O Farmnews destaca para a forte queda da importação de soja do Brasil pela China nos primeiros 6 meses de 2019. Clique aqui e confira!

Na praça baiana, o COE somou R$2.718,20, necessitando de 41,7 sacas de soja para saldar este custo. Comparando-se o volume de soja necessário para que o produtor pagasse o COE entre as safras 2018/2019 e 2019/2020 na praça goiana, seriam necessárias 6,7 sacas a mais.

Em Sorriso/MT, o produtor precisaria de 9,5 sacas a mais e, em Luís Eduardo Magalhães/BA, o produtor típico precisaria de 6 sacas frente à temporada anterior. Nas praças do Sul, o quadro é similar ao do Cerrado, com o produtor precisando de aproximadamente 7 sacas de soja a mais para pagar o COE. Vale destacar que o aumento do custo de produção da soja ocorre em menor intensidade que nas praças do Cerrado.

Em Cascavel/PR, o COE somou R$3.152,04/ha na safra 2019/2020, 4% maior que o mesmo período do ano anterior. Em Xanxerê/ SC, o COE na temporada 2019/2020 foi de R$3.143,84/ha, 8% maior que no mesmo período da safra passada e, em Guarapuava/PR, o COE aumentou 5%, fechando em R$ 3.294,04/ha.

É importante destacar que este cenário de custo de produção da soja é preocupante, uma vez que, em regiões como Sorriso/MT, o custo unitário de produção tem se aproximado muito das produtividades médias regionais.

Em caso de uma frustração de safra, as margens brutas dos produtores podem ficar negativas e o produtor sem receitas para conseguir saldar ao menos o montante desembolsado com a cultura. Clique aqui para acessar estudo do Cepea sobre custo de produção da soja, na íntegra!

Clique aqui e confira os dados de produtividade da soja entre os principais produtores mundiais da oleaginosa na safra 2018/19.

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio.

Custo de produção da soja na safra 2019/20 preocupa agricultores was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!