custo do confinamento

Custo do confinamento inicia 2020 em forte alta: confira dados do LAE/USP

O custo do confinamento em janeiro de 2020 apresentou forte alta em Goiás, segundo dados do LAE/USP.

Pois é, os dados da trigésima segunda edição do Informativo do Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados (ICBC) identificou-se aumento dos custos da diária-boi (CDB) no mês de janeiro para o confinamento representativo de Goiás (CGO), de 7,9% e, em menor proporção e até estabilização, para os confinamentos do Estado São Paulo médio (CSPm) e grande (CSPg), de 0,3% e 0,0%, respectivamente, quando comparados com os valores do mês anterior.

O fato é que em janeiro de 2020 o custo da diária-boi no confinamento de Goiás foi de R$10,63, valor 7,9% maior que o observado em dezembro de 2019 (R$9,85). O valor de janeiro de 2020 e 31,2% maior que o apurado no mesmo período de 2019 (R$8,10).

Além da alta expressiva nesse início de 2020, o custo do confinamento em Goiás foi muito próximo do praticado nos confinamento de São Paulo.

Isso por que nos confinamentos de São Paulo, a alta foi moderada ou inexistente. No confinamento médio o custo apresentou leve alta de 0,28%, no valor de R$10,77, enquanto no confinamento grande o valor ficou estável em relação ao mês anterior (dezembro de 2019), a R$10,42.

No entanto, ambos confinamento de São Paulo apresentaram alta considerável frente ao mesmo período de 2019. Vale lembrar que em janeiro de 2019 o custo da diária-boi no confinamento médio foi de R$9,58 e no grande de R$9,45.

Os preços dos insumos alimentares aumentaram, de modo geral, por mais um mês consecutivo em ambos os Estados analisados, SP e GO. Porém, ao utilizar o software (RLM) de formulação para recalcular a dieta de custo mínimo para os requerimentos nutricionais apontados, o milho quebrado foi o insumo alimentar base, utilizado para o atendimento dos requerimentos nutricionais e contornar o aumento de preços de outros produtos para as propriedades de CSPm e CSPg. No entanto, o mesmo não pode ser feito para CGO, já que os preços dos insumos foram diferentes.

E vale lembrar que o custo do confinamento acumulou alta em 2019 conforme dados do ICBC, do LAE/USP. Clique aqui e confira os dados de janeiro a dezembro de 2019.

Pesquisadora do LAE/USP, Beatriz Reis, apresenta estudo que revela perfil dos confinamentos e seus gestores no Brasil. Clique aqui e confira!

Clique aqui e acesse o ICBC do LAE/USP de janeiro de 2020 na íntegra!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Custo do confinamento inicia 2020 em forte alta: confira dados do LAE/USP was last modified: by