índices de produtividade da atividade de cria

Índices de produtividade da atividade de cria no Brasil

Os índices de produtividade da atividade de cria no Brasil mostram que ainda há muito espaço para melhoria.

Pois é, os dados do Projeto Campo Futuro, fruto da parceria entre o Cepea e a CNA, destacam os índices de produtividade da atividade de cria no Brasil (Tabela abaixo) e mostram que a realidade ainda está longe da ideal para o setor.

Com o resultado de índices de produtividade da atividade de cria modestos, o País produz, em média, apenas 0,25 bezerros por hectare. Desse modo, para cada bezerro produzido são necessários 4 hectares de área de pasto.

E tal dado é explicado pelo fato da atividade de cria ser, historicamente, a que menos incorporou tecnologia ao longo dos anos. E os índices de produtividade da atividade de cria mostram isso.

O alto intervalo de partos, a tardia idade a primeira cria e o baixo índice de descarte de matrizes revelam, por exemplo, a baixa taxa de renovação do rebanho e, por consequência, a lentidão da renovação genética do rebanho.

E por falar em descarte de matrizes, o Farmnews discute quando é o melhor momento para descartar as vacas de corte. Clique aqui e confira!

Os pesquisadores do Cepea e da CNA ressaltam que apesar dos baixos índices de produtividade da atividade de cria, o segmento é relativamente seguro em relação a atividade de terminação. Isso porque apesar dos sistemas de cria necessitarem de maior capital investido, principalmente relacionado ao rebanho dedicado a reprodução, a atividade suporta melhor as flutuações de preços do mercado pecuário.

E por falar em índices de produtividade da atividade de cria, clique aqui e confira e confira a evolução de alguns dos índices zootécnicos da pecuária de corte nacional em 100 anos de história.

O Farmnews apresenta os países com os maiores rebanhos de vacas de corte. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Índices de produtividade da atividade de cria no Brasil was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!