terceirização

A importância da terceirização no agronegócio

O Farmnews destaca para as recentes discussões relacionadas a terceirização e o agronegócio.

Veja algumas repercussões e destaques das entidades em relação ao assunto!

Diversas entidades do agronegócio têm se manifestado a favor do Projeto de Lei 4.330, que regulamenta e amplia a terceirização no país.

Apesar de haver prós e contras ao Projeto de Lei, a regulamentação do trabalho terceirizado, que é utilizado em todo o mundo, é fundamental para ampliar a segurança jurídica para empresas e trabalhadores, fortalecendo o setor produtivo nacional, estimulando o investimento, a geração de empregos e a ampliação dos níveis de competitividade das empresas.

A segurança jurídica é o principal ponto da relação entre a terceirização e o agronegócio!

Muitos pecuaristas e agricultores sofrem com a insegurança das leis nacionais para as questões trabalhistas, principalmente com relação aos terceiros.

A Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) diz que o projeto deve tornar “mais transparente e profissional as relações trabalhistas nos diferentes segmentos do setor.”

De acordo com a entidade, a terceirização traz uma série de benefícios, como a redução da informalidade e aumentando a eficiência, competitividade, produtividade e redução de custos na produção.

Como o trabalho rural, especialmente na agricultura, está muito tecnificado, o uso de mão-de-obra está cada vez mais especializada e um funcionário com este nível de especialização não é utilizado todo tempo na propriedade.

Essa seria uma das vantagens da terceirização que, nesse caso, seria a forma de contratar empresas terceirizadas de serviços específicos nas épocas necessárias com maior segurança.

A prática da terceirização já é comum no Brasil, mas a falta de uma regulamentação traz insegurança tanto ao contratante como ao contratado e a proposta regulariza a prática e garante os direitos dos trabalhadores terceirizados.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA confia que o presidente Michel Temer irá sancionar, com a urgência possível, o projeto de lei que regulamenta a terceirização, aprovado pela maioria na Câmara dos Deputados.

A CNA entende que o projeto representa um avanço importante nas relações entre empregadores, trabalhadores e mercado de trabalho. Esse tipo de trabalho passará finalmente a ser protegido por uma lei, discutida e referendada pelo Congresso Nacional.

A CNA considera muito positivo que a terceirização possa ser estendida às atividades fins. No setor agropecuário, a nova lei irá contribuir não só para reduzir os custos do produtor rural, mas também para aumentar a oferta de empregos.

Esta mudança ocorre em momento oportuno, quando o país está empenhado em retomar o crescimento econômico, com a geração de emprego e renda para todos.

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics – www.farmlogics.com.br. Cadastre-se e confira nosso plano grátis de gestão de fazenda!

A importância da terceirização no agronegócio was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!