CIGNA

CIGNA – Centro de Inovação em Genética e Nutrição Animal da Unesp

No Farmnews, painel de pesquisa e desenvolvimento, o Prof. Josineudson Augusto II, da Unesp de Botucatu apresenta a recém inaugurada instalação que tem por objetivo ser referência na pesquisa relacionada a genética e nutrição de bovinos de corte. Conheça o CIGNA!

Centro de Inovação em Genética e Nutrição Animal (CIGNA) formaliza início das atividades.

O Centro de Inovação em Genética e Nutrição Animal (CIGNA) desenvolvido sob a coordenação dos professores Antônio Carlos Silveira, Luis Artur Loyola Chardulo, Josineudson Augusto II e do Zootecnista André Michel Castilhos, todos do Departamento de Melhoramento e Nutrição Animal, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), Unesp, campus de Botucatu, iniciou o primeiro teste de consumo alimentar residual (CAR).

CIGNA

Instalações do CIGNA

O teste de desempenho teve início no dia 1 de julho de 2016, com a participação de 120 animais Nelore provenientes de 19 propriedades, de diferentes estados brasileiros e participantes do Programa de Melhoramento Nelore Qualitas. A data, considerada como início propriamente dito do teste, teve o acompanhamento dos técnicos da Qualitas Consultoria, Émerson G. Moraes e Julio C. Nunes e da Profa. Dra. Lucia Galvão de Albuquerque, da Unesp de Jaboticabal.

Os animais passaram antes por período de adaptação a alimentação e ao sistema de cochos e bebedouros, equipamentos que registram o consumo de alimentos, frequência de acesso ao sistema, pesos, entre outras informações, individualmente de todos os animais 24 horas por dia.

CIGNA

Instalações do CIGNA

A estrutura formada de quatro piquetes, cada um com cinco cochos e duas balanças, possui sistema eletrônico de última geração que envia os dados automaticamente para nuvem, possibilitando visualização pela internet, facilitando o acompanhamento das informações geradas.

Os animais permanecerão nos piquetes do CIGNA durante 56 dias, ou seja, finalizarão o teste de CAR no dia 26 de agosto, e nos dias 2 e 3 de setembro ocorrerá reunião com os criadores do Programa Nelore Qualitas na Unesp, Botucatu para divulgação dos resultados.

Os animais selecionados para participar do teste têm o CEIP (Certificado Especial de Identificação de Produção) autorizado pelo MAPA. No processo de seleção do Programa Nelore Qualitas, dos 10.500 animais da safra de 2014, somente 22% recebem CEIP, e destes, após avaliação pelos técnicos, foram escolhidos os 120 animais a serem testados no CIGNA. Após o teste, os 10 tourinhos com melhor desempenho no CAR, terão o sêmen coletado e participarão de teste de progênie nos rebanhos participantes do Programa.

O peso e idade inicial médio foi de 474 kg e 640 dias, respectivamente. Outras medidas foram coletadas e serão repetidas após o término do teste, bem como medidas de carcaça por ultrasonografia. Além disto, todos os animais tiveram coletados material genético para realização de genotipagem em painel de 60K.

O CIGNA é formado por professores da FMVZ, pesquisadores do Instituto de Zootecnia, e alunos da graduação e pós-graduação. O desenvolvimento do teste é acompanhado pelos professores, alunos e funcionários do setor de confinamento da FMVZ. O intuito do CIGNA é gerar informação, disponibilizar tecnologias e colaborar na formação acadêmica. Outros projetos estão sendo discutidos pela equipe e em breve serão apresentados a comunidade.

Pecuaristas, profissionais do setor, estudantes e interessados no assunto, sigam nossas notícias. Acesse também a Farmlogics, cadastre-se gratuitamente pelo www.farmlogics.com.br e confira!

Mais informações: facebook.com/belogics

CIGNA – Centro de Inovação em Genética e Nutrição Animal da Unesp was last modified: by

Veterinário e prof. do Departamento de Melhoramento e Nutrição animal da Unesp de Botucatu além de suas atividades como docente, tem desenvolvido trabalho de pesquisa e extensão - processo 1.025/2016, na FUNEP - junto com seus alunos no sentido de gerar informações da pecuária de corte.