consumo mundial de carnes

Consumo mundial de carnes, qual a expectativa para a próxima década?

O crescente consumo mundial de carnes é o principal motor para o aumento da produção e da expansão comercial de inúmeras commodities além das carnes, incluindo milho e soja.

Nesse contexto, o consumo de carne de frango, com o preço mais baixo dos 3 principais tipos de carnes (bovina, suína e frango),  aumenta a taxa mais rápida, de 2,0% ao ano. O crescimento global do consumo de carne suína (1,2% ao ano) é ligeiramente  mais forte do que a carne bovina (1,0% ao ano).

Durante o período de projeção, até o ano de 2027, o consumo mundial de carnes deve aumentar em 14%, ou seja, adicionando ao comércio cerca de 7,1 milhões de toneladas de carnes.

As economias emergentes devem ser responsáveis por mais de 80% desse aumento do consumo mundial de carnes.

E vale destacar que essa participação dos países emergentes cairia para 57% quando excluindo a China.

Os cinco países representam a maior parcela de aumento do consumo de carnes durante o período de projeção é a China (27,5%), o Brasil (8,5%), a Índia (7,8%), México (5,2%) e os Estados Unidos (4,5%).

O consumo de carne percapita é bastante baixo nos países de baixa renda, o que ajuda nas estimativas de taxas mais altas de crescimento de consumo. Clique aqui e acesse dados do consumo percapita de carne bovina.

Os países de alta renda consomem 10 a 15 vezes o  quantidade de carne em uma base anual per capita do que muitos países de baixa renda, e até 25 vezes mais que os países de menor renda do mundo.

O consumo mundial de carnes, em termos percapita, permanece baixo em comparação com os níveis dos países de maior renda – uma indicação do potencial para o crescimento contínuo do consumo mundial de carne.

Os países e as regiões com o crescimento anual mais lento projetado no consumo de carne incluem a União Européia (0,11%), o Japão (0,25%), o Canadá (0,5%), os Estados Unidos (0,7%), a ex-União Soviética (0,92%), Argentina (1,24%) e Austrália (1,7%). Estes países já possuem altas taxas per capita de consumo de carne e lento crescimento projetado na população, urbanização e renda do consumidor.

A China, o Brasil, a Índia e os Estados Unidos representam quase metade (48%) do aumento de consumo mundial de carne até 2027/28. As grandes e crescentes populações desses países contribuem significativamente para grandes aumentos no consumo mundial de carne.

A China representa apenas quase 28% do aumento do consumo mundial de carnes durante o período de projeção. O consumo de carne na China aumenta em mais de 10 milhões de toneladas, mas as importações aumentam apenas 867 mil toneladas. Clique aqui e confira a evolução da produção de carne bovina na China.

O Farmnews apresenta o ranking de consumo de carne bovina por país. Clique aqui e confira os dados! Clique aqui e saiba onde estão os maiores rebanhos e quais são os principais produtores de carne bovina no mundo!

Adaptado do USDA

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Consumo mundial de carnes, qual a expectativa para a próxima década? was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!