O Farmnews compara os principais índices da pecuária de corte brasileira e australiana, com base nos dados de 2016.

Antes, vale lembrar que ambos os países enfrentaram dificuldades recentes que impactaram o mercado e a produção de carne bovina.

É importante destacar que a pecuária de corte australiana tem atravessado um momento de dificuldade nos últimos anos, com rebanho, consumo e exportação em queda.

Nesse aspecto, a produção de carne bovina da Austrália caiu cerca de 14% em 2016, enquanto a exportação de carne bovina do país apresentou baixa próxima de 20%. Clique aqui e saiba mais sobre os dados de exportação de carne bovina da Austrália.

E no Brasil, por outro lado, tivemos os efeitos negativos da Operação Carne Fraca (clique aqui) e o acordo de leniência da JBS (clique aqui).

Mas, vamos deixar essas questões de lado e comparar os índices da pecuária de corte brasileira e australiana no último ano (2016).

A Tabela a seguir destaca os dados dos índices da pecuária de corte do Brasil e da Austrália, em 2016, conforme dados do USDA, MLA e IBGE.

índices da pecuária de corte

O rebanho bovino brasileiro é mais de 7 vezes maior que o Austrália, mas, abate menos de 3 vezes mais bovinos anualmente que o país da Oceania. Isso indica que a taxa de abate australiana é bastante superior a nacional (28,4% da Austrália contra 13,5% do Brasil).

Vale destacar também que a Austrália é um dos principais exportadores de bovinos vivos, ao contrário do Brasil que, se destaca como principal exportador de carne bovina.

O fato é que, em geral, os índices da pecuária de corte mostram que o Brasil tem vantagens em termos de escala, mas os australianos são mais produtivos atualmente.

Aliás, quer saber mais sobre a pecuária de corte australiana? O Farmnews destaca os números recentes da pecuária de corte australiana e como os dados evoluíram nos últimos anos. Clique aqui!

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics!

Compare os índices da pecuária de corte brasileira e australiana was last modified: by