projeção de produção do agronegócio

Dados com projeção de produção do agronegócio para 10 anos

Ao completar 160 anos, MAPA apresenta dados de projeção de produção do agronegócio, com crescimento de 27% na produção de grãos em 10 anos

Segundo estudo do MAPA, o volume de produção de grãos chegará a 318 milhões de toneladas em 2029/2030. Já a produção de proteínas terá um aumento de 23,8% no período.

Pois é, passados esses 160 anos desde a fundação do MAPA, a agricultura se expandiu, se modernizou e o Brasil se tornou uma potência agroambiental. O agronegócio é responsável por 21% do Produto Interno Bruto (PIB) e 20% dos empregos no país. O Brasil exporta para mais de 200 países e 1,5 bilhão de pessoas têm algum alimento no seu prato que vem da nossa agropecuária. 

O Brasil é o terceiro maior exportador mundial de produtos agrícolas e o principal produtor e exportador de produtos importantes como, açúcar, café, suco de laranja, soja em grãos e carnes. Tudo isso aliado a práticas de sustentabilidade e preservação ambiental, seguindo a exigência mundial para que a demanda por alimentos seja atendida com impacto ambiental mínimo e baixo custo. 

O Farmnews apresenta os dados da exportação do agronegócio do Brasil na primeira metade de 2020. Afinal de contas, para quem, quanto e o que o agronegócio do Brasil exportou nos primeiros 6 meses de 2020? Clique aqui e confira!

O fato é que na próxima década, a produção de grãos do Brasil deverá aumentar 27%; a de carne bovina, 16%; a de carne suína, 27%, e a de carne de frango crescerá 28%. Os dados constam das Projeções do Agronegócio, Brasil 2019/20 a 2029/30, atualizado anualmente.

A projeção de produção do agronegócio apresenta um cenário otimista, com alta de 27% na produção de grãos, 16% de carne bovina, 27% na suína e 28% para o frango.

O relatório aponta que a agropecuária brasileira tem um cenário promissor para os próximos dez anos, apesar da ocorrência da pandemia do COVID-19, que afetou a trajetória da economia nacional ao longo do ano e atingiu algumas atividades agropecuárias, como as das hortaliças, frutas e leite. 

Na projeção de produção do agronegócio para a próxima década, o Brasil vai saltar dos atuais 250,9 milhões de toneladas em 2019/20  (de acordo com levantamento da Conab de maio/2020) para 318,3 milhões de toneladas, incremento de 27% à produção nacional. Algodão, milho de segunda safra e soja devem continuar puxando o crescimento da produção de grãos. 

A área plantada de grãos deve expandir de 65,5 milhões de hectares para 76,4 milhões de hectares em 2029/30, alta de 16,7%. Levando-se em consideração a área total plantada com as lavouras, incluindo grãos, cana de açúcar, cacau, café, laranja, frutas e mandioca, o país deve passar de 77,7 milhões de hectares (2019/20) para 88,2 milhões (2029/30), alta de 13,5%. A necessidade adicional de áreas pode ser atendida através da substituição de culturas, redução de pastagens e sistema de plantio direto.

Algumas lavouras, como mandioca, café, arroz, laranja e feijão devem perder área, mas a redução será compensada por ganhos de produtividade. As projeções também indicam tendência de redução de área de pastagem nos próximos anos. 

O estudo aponta que o desenvolvimento da produção agrícola no Brasil deve continuar ocorrendo com base na produtividade. É projetado um crescimento da Produtividade Total dos Fatores (PTF) de 2,93% ao ano, até 2030. Este valor é resultado da análise das tendências na redução de mão de obra ocupada, redução da área plantada devido aos ganhos de produtividade da terra e aumento do uso de capital.

A produção brasileira de carnes (bovina, suína e aves), entre 2019/20 e 2029/30, deverá aumentar em 6,7 milhões de toneladas. O volume total das carnes passará dos atuais 28,2 milhões de toneladas para quase 34,9 milhões de toneladas, o que significa um acréscimo de 23,8% na produção de proteína no Brasil, com destaques para as carnes suína e de frango. 

A tendência da pesquisa aponta um salto de 14,1 milhões de toneladas para 18,1 milhões de toneladas de frango para a próxima década. Já a carne suína, de 4,1 milhões de toneladas para 5,2 milhões de toneladas, em 10 anos. A previsão da carne bovina é de sair de 9,8 milhões de toneladas para 11,4 milhões de toneladas. 

E mudança de assunto, essa primeira metade de 2020 tem sido um ano de aprendizado, adaptações e também uma oportunidade para refletirmos sobre o agronegócio…mais uma vez. Clique aqui!

Adaptado do MAPA

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Dados com projeção de produção do agronegócio para 10 anos was last modified: by