protecionismo

Protecionismo pode afetar mercado pecuário dos Estados Unidos

Protecionismo dos Estados Unidos pode trazer efeitos negativos também ao mercado de pecuária de corte do país.

O fato é que a intenção anunciada pelo presidente Trump de elevar as tarifas de importação de aço e alumínio é também um fator negativo para o agronegócio dos Estados Unidos.

E o protecionismo dos Estados Unidos vai além do aço. Vale lembrar do impasse frente as negociações do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA). Clique aqui e saiba mais do NAFTA e sua importância para o agronegócio dos Estados Unidos.

Diante disso, o Centro de Estudos Norte-Americanos (CNAS) na Universidade Texas A&M, avaliou o impacto do NAFTA sobre a agronegócio do país.

Os Estados Unidos são o maior exportador mundial de produtos agrícolas e alimentares, e as exportações para o México e Canadá representam cerca de 35% do rendimento agrícola dos EUA, acima de 28% em 1996.

Entre 1994 a 216 as exportações agrícolas dos EUA para o Canadá e o México cresceu de US$10 bilhões para US$38 bilhões, um aumento de 288%, fazendo com que o Canadá e o México sejam o segundo e terceiro maiores mercados para as exportações agrícolas dos EUA. Em termos de comércio total, o Canadá e o México são o primeiro e o segundo parceiro comercial agrícola para os Estados Unidos.

Luis Ribera, diretor da CNAS, explicou que o NAFTA exige a eliminação em parte das tarifas de importação e a eliminação ou a redução máxima possível das barreiras comerciais não tarifárias, como cotas de importação e barreiras técnicas ao comércio.

O México manteve-se o segundo maior volume de mercado de exportações de carne bovina dos Estados Unidos no ano passado (237,9 mil toneladas) e o terceiro maior em valor (US$979,7 milhões), de acordo com a Federação de Exportação de Carne dos EUA (USMEF).

O valor de exportação de carne bovina nos Estados Unidos no ano passado foi alto em US$7,27 bilhões, 15% acima do ano anterior e as perspectivas são otimistas para o ano de 2018 que, aliás, já inicia o ano com números positivos (clique aqui).

E será que o protecionismo dos Estados Unidos podem favorecer o agronegócio brasileiro? Clique aqui!

Adaptado de BeefMagazine

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Protecionismo pode afetar mercado pecuário dos Estados Unidos was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!