crise em 2016

A crise em 2016 e suas consequências no comércio. Veja dados!

O Farmnews destaca dados da crise em 2016. Veja os números do comércio, como resultado da queda no consumo do país!

Ainda frágil em relação à crise econômica, o número de estabelecimentos comerciais no varejo registrou fechamento líquido de 108,7 mil lojas com vínculo empregatício em todo o Brasil no ano de 2016. No total, o ano de 2015 perdeu 101,9 mil lojas.

A crise em 2016 foi responsável pelo fechamento de mais de 108 mil estabelecimentos, o pior resultado desde 2005!

O número, apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é o pior desde 2005, quando o levantamento foi iniciado.

“A falta de dinamismo no mercado de trabalho e o crédito mais caro e restrito explicam parte significativa das perdas de vendas nos últimos anos. E o termômetro mais dramático da crise que ainda assola o setor é o número recorde de lojas que fecharam as portas ano passado”, aponta o economista Fabio Bentes.

Apesar do grande número de lojas fechadas ao longo do ano, o setor começa a mostrar desaceleração da queda do número de estabelecimentos.

Lideraram os números de estabelecimentos fechados em 2016 os ramos de hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-34,8 mil lojas), lojas de vestuário, calçados e acessórios (-20,6 mil) e lojas de materiais de construção (-11,5 mil).

O estudo revela que todos os estados apresentaram queda no número de lojas, fato inédito em 12 anos de pesquisa. São Paulo foi o estado mais afetado (-30,7 mil lojas), seguido por Rio de Janeiro (-11,1 mil) e Minas Gerais (-10,3 mil).

As micro (-32,7 mil) e pequenas empresas (-39,6 mil) – que empregam até 9 pessoas e de 10 a 49 funcionários, respectivamente – foram as mais afetadas pelo momento econômico em 2016. No ano anterior, este segmento respondia por 98,6% dos pontos de venda do varejo nacional e empregava 76,5% da força de trabalho do setor.

As lojas de médio porte, com 50 a 99 empregados, tiveram perda de 12,9 mil pontos de venda. Já os grandes varejistas, com mais de 99 funcionários, fecharam 23,5 mil lojas.

A CNC avalia que, após dois anos de fechamento líquido de pontos de venda, em 2017, o número de lojas deverá apresentar estabilidade, com perspectivas melhores em virtude de uma esperada recuperação de consumo.

A expectativa é que a crise em 2016 já tenha apresentado seus piores resultados.

Com números melhores em 2017, o agronegócio agradece!

Artigo adaptado da CNC – Confederação Nacional do Comércio.

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics – www.farmlogics.com.br, que oferece um ambiente de controle de rebanho e gestão da pecuária de corte. Cadastre-se e conheça nosso plano grátis!

A crise em 2016 e suas consequências no comércio. Veja dados! was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!