dados preliminares da exportação de carne

Dados preliminares da exportação de carne bovina: qual efeito COVID-19?

Os dados preliminares da exportação de carne bovina do Brasil em abril, em meio a pandemia de COVID-19, foram positivos.

Após um 1° trimestre de 2020 de dados recordes da exportação de carne bovina do Brasil, tanto em termos de faturamento como em embarques (clique aqui), fruto principalmente de uma demanda recorde da China (clique aqui), a expectativa era incerta para abril devido ao aumento das incertezas e o número de casos da doença mundo afora.

Pois é, mas os dados preliminares da exportação de carne bovina do Brasil em abril de 2020 foram positivos e mostram avanço em relação ao mesmo período de 2019.

O fato é que nas 2 primeiras semanas de abril de 2020 a média diária da exportação de carne bovina foi de US$26,46 milhões, valor 30,1% maior que o observado na média diária de abril de 2019 (US$20,33 milhões).

Com relação a média diária de embarques, o Brasil comercializou quase 6,0 mil toneladas ao dia (ou exatamente 5,98 mil toneladas) nas 2 primeiras semanas de abril, valor 11,1% superior ao apurado no mesmo período de 2019 (5,38 mil toneladas diárias).

O importante é que os dados preliminares da exportação de carne bovina em abril mostram que o ritmo de vendas do Brasil segue crescendo mesmo com os efeitos da COVID-19.

E por falar nas consequências do coronavírus no PIB do agronegócio, você sabe quais os setores do agro mais impactados pela COVID-19? Clique aqui e descubra!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Dados preliminares da exportação de carne bovina: qual efeito COVID-19? was last modified: by