china-beef

Demanda chinesa por carne bovina impulsiona preços no Brasil

A demanda chinesa por carne bovina em 2019 e a expectativa para 2020 tem contribuído e, muito, para o movimento de alta da arroba.

A demanda chinesa está cada vez mais engolindo a oferta de carne bovina no Brasil, elevando os preços do gado patamares nunca praticados. Vale destacar que no acumulado parcial do ano, até 19 de novembro, o preço do boi gordo acumulou alta próxima de 40,0% no ano e o valor da arroba já trabalha bem acima de R$200,0 (clique aqui).

A fome da China por carne estrangeira aumentou quando um surto de peste suína africana dizimou sua população suína doméstica (clique aqui). As importações chinesas de carne brasileira aumentaram 23,6% entre janeiro e outubro em relação ao mesmo período do ano passado, diz a associação de frigoríficos Abrafrigo.

Aliás, clique aqui e confira como evoluíram os dados de compra de carne bovina brasileira em 2019 frente a 2018.

Os preços no atacado da carne bovina na região da grande São Paulo atingiram, em conseqüência, uma alta histórica de R$13,95/kg, segundo o centro de pesquisa Cepea “Quando a carne bovina sobe, outras carnes também sobem … é uma questão de substituição”, acrescentou a Abrafrigo.

Clique aqui e confira o comportamento de preços do boi gordo, suíno e do frango ao longo de 2019, segundo dados do Cepea!

A China procurou ativamente importar mais carne do Brasil, licenciando 24 plantas de corte adicionais para exportação desde o início do ano. Apenas 16 foram autorizados a fazê-lo no início de 2019. “Sabíamos que haveria uma grande demanda por vacas para abate, mas não dessa magnitude”, disse Péricles Salazar, presidente da Abrafrigo.

Clique aqui e confira a expectativa de crescimento das importações de carne bovina pela China em 2020.

A fraqueza da moeda brasileira frente ao dólar, de quase R$4,2 por dólar americano, também está incentivando as exportações. Salazar disse que os frigoríficos que não obtiveram licenças para exportar para a China estão vendo suas margens encolherem, já que outros destinos de exportação não oferecem preços igualmente altos. Ele disse que a indústria espera que ainda mais frigoríficos sejam licenciados para exportar para a China ainda este ano.

E por falar na demanda chinesa por carne bovina, clique aqui e confira como evoluiu o consumo da proteína no país asiático!

Vale lembrar que o Farmnews destaca para os efeitos na produção mundial de proteína animal pós o caso de febre suína na China. Afinal, o que esperar da produção mundial das 3 principais carnes (bovina, suína e frango) no mundo após a forte queda no rebanho de suínos no país asiático?

Adaptado de Reuters

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Demanda chinesa por carne bovina impulsiona preços no Brasil was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!