dólar cai

Dólar cai e praticamente zera valorização na parcial de 2019, até junho

Após superar a barreira dos US$4,0 em maio, o dólar cai e praticamente zera os ganhos acumulados na parcial até junho de 2019.

O fato é que a cotação dólar após alcançar o pico do ano até o momento, em maio (clique aqui), passou a cair ao longo de junho de 2019.

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do câmbio, Reais por dólar, na parcial de 2019, até o dia 27 de junho, considerando a cotação comercial de venda.

dólar cai
Fonte: Dados da AEUSCO (adaptado por Farmnews)

No ano o dólar acumula alta de apenas 0,4% até o dia 27 de junho, uma vez que iniciou o ano cotado a R$3,81 e na parcial de junho o valor foi de R$3,83.

Vale destacar que ao longo da parcial do ano, o dólar oscilou entre a mínima de US$3,65 em janeiro e a máxima de US$4,10 em maio.

Pois é, mas apenas considerando o mês de junho, o dólar cai 2,7% na parcial do mês, até o dia 27.

E com a queda do dólar em junho, o preço das commodities agrícolas do Brasil cotadas em moeda americana apresentam alta.

Isso porque na parcial de junho o boi gordo, segundo indicador Cepea, cotado em moeda nacional acumula alta de apenas 0,8%, apesar da forte recuperação de preço dentro do mês (clique aqui). E, por outro lado, o boi gordo (Cepea) cotado em moeda americana apresenta alta de 3,3% até o dia 27 de junho.

E à parte da queda do dólar em junho, vale destacar os bons números da exportação nesses primeiros meses de 2019, tanto para o boi gordo, milho e soja.

E por falar em dólar, clique aqui e confira sua importância para o agronegócio nacional! O Farmnews apresenta também o comportamento anual dos preços da arroba do boi gordo, em moeda americana, em 2 décadas. Clique aqui!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Dólar cai e praticamente zera valorização na parcial de 2019, até junho was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!