bov-vivos-jul-20

Exportação de bovinos vivos em 2020: dados do acumulado até julho

Os dados de exportação de bovinos vivos do Brasil em 2020 apresentaram forte queda frente a 2019, pelo menos até julho.

O fato é que a exportação de bovinos vivos em ere janeiro a julho de 2020 somou o equivalente a US$117,02 milhões, uma forte queda de 42,6% em relação ao valor observado no mesmo período de 2019 (US$203,72 milhões).

Com relação ao ritmo de embarques, no acumulado parcial de 2020 o Brasil exportou 61,62 mil toneladas em gado em pé, valor muito abaixo do observado no mesmo período de 2019, já que até julho do ano anterior os embarques somaram 102,74 mil toneladas.

Aliás, clique aqui e confira os dados completos de exportação de bovinos vivos do Brasil ao longo dos últimos 10 anos, de 2010 a 2019. Vale lembrar que a exportação de bovinos vivos do Brasil acumulou forte queda em 2019 e ao longo da última década.

Pois é, a receita com a exportação de bovinos vivos do Brasil no acumulado parcial de 2020 foi o menor dos últimos 3 anos, uma vez que entre janeiro a julho de 2018 o faturamento foi de US$301,21 milhões.

Vale lembrar que no período de janeiro a julho, para efeito de comparação, a receita de exportação de bovinos vivos do Brasil variou de uma máxima de US$460,02 milhões em 2014 e a mínima de US$103,17 milhões em 2016, isso considerando os dados dos últimos 10 anos.

E ao contrário do mercado de bovinos vivos, a exportação de carne bovina do Brasil tem sido recorde histórica em 2020. Clique aqui e confira os dados!

O Farmnews apresenta também alguns dados que revelam a participação do agro na exportação total do Brasil. Afinal, quais são os principais blocos de países e quanto o agro participa do total de receita da exportação brasileira? Clique aqui e confira!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Exportação de bovinos vivos em 2020: dados do acumulado até julho was last modified: by