exportação de miúdos do Brasil

Exportação de miúdos do Brasil cresce forte ao longo de 10 anos

A exportação de miúdos do Brasil apresentou forte crescimento ao longo da última década.

Pois é, e não foi apenas a exportação de carne bovina e outras proteínas de origem animal do Brasil que apresentaram crescimento significativo ao longo dos últimos anos.

A Tabela a seguir destaca para os dados de venda, em milhões de dólares, de miudezas comestíveis do Brasil nos primeiros 5 meses dos últimos 10 anos, de 2010 a 2019, segundo dados do MDIC.

exportação de miúdos do Brasil

Nos primeiros 5 meses de 2019 o Brasil exportou o equivalente a US$191,59 milhões em miúdos comestíveis, leve queda de 0,9% em relação ao mesmo período de 2018.

Contudo, apesar de queda em 2019, a exportação de miúdos do Brasil, no acumulado até maio, cresceu 74,7% ao longo dos últimos 10 anos.

Isso porque entre janeiro e maio de 2010 a exportação de miúdos do Brasil foi de US$109,64 milhões, enquanto 10 anos depois esse valor subiu 74,7%, para US$191,50 milhões.

A Figura abaixo ilustra a evolução da receita com a exportação de miudezas comestíveis do Brasil, nos primeiros 5 meses de cada ano, entre 2010 e 2019, em milhões de dólares, segundo dados do MDIC.

exportação de miúdos do Brasil
Fonte: Dados do MDIC (adaptado por Farmnews)

Vale destacar que no ano de 2014 o Brasil chegou a exportar o equivalente a US$216,29 milhões em miudezas comestíveis no acumulado parcial daquele ano, até maio, o maior patamar já apurado para o período.

O fato é que as importações de proteína animal do Brasil para os mercados asiáticos, especialmente a China, tendem a ganhar ainda maior relevância nos próximos anos (clique aqui), o que inclui o mercado de miudezas comestíveis também.

E mudando o assunto, pesquisador da Embrapa destaca decisões que impactam na lucratividade da recria e engorda (clique aqui e confira).

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Exportação de miúdos do Brasil cresce forte ao longo de 10 anos was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!