preço do suíno

Preço do suíno acumula alta acima de 20% na parcial de 2019, até maio

O preço do suíno, em São Paulo, acumula forte alta na parcial de 2019, até maio.

Isso porque o indicador de suíno do Cepea, para São Paulo, iniciou o ano de 2019 cotado a R$3,92/kg e na parcial de maio, dia 29, a R$4,73/kg, ou seja, acumulando alta de 20,7% no período.

A Figura a seguir ilustra a evolução diária, em valores nominais, dos preços do suíno, segundo indicador Cepea, para São Paulo, em 2019, até o dia 29 de maio.

preço do suíno
Fonte: Dados do Cepea/B3 (adaptado por Farmnews)

Pois é, o movimento de alta no preço do suíno é também reflexo da crise de produção de suínos chinesa.

Aliás, o Farmnews abordou o tema, destacando os efeitos esperados da crise de produção de suínos no país asiático para o Brasil. Clique aqui e confira!

Como consequência da peste suína, a produção de carne suína pela China, principal produtor mundial, deve despencar em 2019. Vale lembrar que o USDA revisou em abril de 2019 a estimativa de produção de carne suína do principal produtor mundial (clique aqui e confira)!

Os primeiros reflexos do aumento do ritmo de embarque de carne suína do Brasil já tem sido sentido. Em abril de 2019 a exportação de carne suína brasileira para o mercado internacional aumentou mais de 50,0% frente ao apurado no mesmo período de 2018 (clique aqui e saiba mais).

O fato é que, com o preço do suíno em alta e o custo de produção em baixa (clique aqui), o cenário atual é positivo para o produtor nacional.

E por falar no preço do suíno e no mercado de carne suína, confira os dados históricos da exportação de carne suína do Brasil ao longo da última década, de 2009 a 2018. Clique aqui!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Preço do suíno acumula alta acima de 20% na parcial de 2019, até maio was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!