preços corrigidos da soja

Preços corrigidos da soja atingim menor patamar em 6 anos em 2017

Os preços corrigidos da soja, em 2017, atingiram o patamar mais baixo desde o ano de 2011.

O objetivo é mostrar os preços da soja ao longo dos anos, no valor de hoje, ou seja, corrigidos pela inflação. Em outras palavras, quanto seria, no valor de hoje, o preço da soja praticada na última década, incluindo a inflação acumulada no País ao longo de todo esse período?

A Tabela a seguir apresenta os dados médios anuais dos preços corrigidos da soja brasileira, desde 2007.

preços corrigidos da soja

Como os dados acima revelam o preço médio corrigido da soja em 2017 foi o menor ao longo dos últimos 6 anos. O preço corrigido de 2017 foi o menor desde 2011, quando naquele ano a média do grão foi de R$67,64 por saca.

Vale destacar que ao longo da última década os preços corrigidos da soja alcançaram a máxima anual em 2012 (R$89,84 por saca) e a mínima de R$63,13 por saca em 2010.

Cabe ressaltar ainda que no acumulado desde 2007 o preço corrigido da soja acumula alta de 7,3%, indicando que no período, o preço do grão valorizou 7,3% acima da inflação medida pelo IGP-M.

A Figura abaixo ilustra melhor o comportamento anual dos preços corrigidos da soja no País, ao longo da última década.

 

preços corrigidos da soja

Fonte: Dados do Cepea/Esalq e FGV (adaptados por Farmnews)

 

Apesar da queda nos preços, o ano de 2017 foi um ano de recorde histórico no mercado de exportação de soja do Brasil. Clique aqui!

O Farmnews atualiza seus leitores para o comportamento dos preços corrigidos do boi gordo nos últimos 50 anos, ou seja, desde 1967. Clique aqui e confira os dados! O Farmnews apresenta também o comportamento dos preços corrigidos do milho em mais de uma década de história, ou seja, desde 2006. Clique aqui!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Preços corrigidos da soja atingim menor patamar em 6 anos em 2017 was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!