produção de carne bovina

Compare a produção de carne bovina dos EUA e suína da China

O Farmnews apresenta os dados históricos que comparam a evolução histórica da produção de carne bovina nos EUA com a produção de carne suína na China.

A China tem despontado como o maior importador de carne do Brasil e recentemente reabriu o mercado de exportação de carne bovina para os Estados Unidos depois de 14 anos (clique aqui e saiba mais).

Clique aqui e acesse os dados dos maiores rebanhos e produtores de carne bovina no mundo!

A expectativa é que a China produza 53,75 milhões de toneladas de carne suína em 2017, enquanto os Estados Unidos deve produzir cerca de 11,81 milhões de toneladas de carne bovina.

Isso representa uma produção 4,5 vezes maior de carne suína na China comparada a produção de carne bovina nos Estados Unidos.

E como essa diferença e a produção das respectivas carnes tem evoluído nos países nos últimos anos?

A Figura a seguir destaca os números da produção de carne bovina nos Estados Unidos e suína na China e a respectiva relação entre elas desde 1975, segundo dados do USDA.

 

produção de carne bovina

Fonte: Dados do USDA (adaptado por Farmnews)

 

A última vez que os Estados Unidos produziu mais carne bovina do que a China produziu de carne suína foi em 1978. De lá para cá a diferença na produção das carnes entre os países só aumentou.

Os dados mostram que a produção de carne bovina nos Estados Unidos permaneceu estagnada ao longo desta série histórica iniciada em 1975.

Compare a evolução da produção da carne bovina e de aves nos Estados Unidos (clique aqui)!

A produção de carne suína chinesa, por sua vez, aumentou 7,5 vezes, saindo de cerca de 7,0 milhões de toneladas em 1975 para os atuais 53,7 milhões de toneladas.

Clique aqui e acesse os dados de produção de carnes na China!

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics!

Compare a produção de carne bovina dos EUA e suína da China was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!