produção de suínos

Custo mundial da produção de suínos cai, exceto no Brasil

Em 2016 o custo da produção de suínos caiu ao redor do mundo, exceto no Brasil, pressionado pelo preço do milho naquele ano.

A InterPIG apresenta os dados referentes aos custos mundiais de produção de suínos em 17 países que participam ativamente do comércio mundial.

O relatório da reunião, realizada em outubro de 2017, mostra que o forte aumento no preço do milho em 2016 no Mato Grosso (76%) e em Santa Catarina (59%) impactou nos custos de produção de suínos no Brasil em 24% em SC e em 22% no MT.

Com a alta no preço do milho m 2016, o custo de produção de suínos no Brasil subiu 24% em SC e 22% no MT.

“Mesmo com a desvalorização da moeda brasileira em torno de 4,4% em relação ao euro, ocorreu um significativo aumento nos custos de produção de suíno nesta moeda. Com isso, a posição de liderança em custos da suinocultura de Mato Grosso e da região Centro-Oeste foi perdida para os Estados Unidos em função do preço médio da ração que se aproximou dos preços em alguns países europeus como Dinamarca, França e Alemanha”, diz o pesquisador da Embrapa Marcelo Miele.

Vale lembrar que em 2015 os preços no Mato Grosso eram 28% inferiores à média de preços nesses 3 países, enquanto que em 2016 essa diferença foi reduzida para apenas 6%.

Ainda, todos os países apresentaram redução de custos em euro, exceto o Brasil. Miele também destaca que a suinocultura em Santa Catarina apresentou a ração mais cara entre os países da rede InterPIG. “A competitividade do estado vem da mão de obra e do custo de instalações e equipamentos”, diz.

A InterPIG envolve instituições de pesquisa, associações de representação, órgãos públicos e empresas de consultoria dos principais países produtores de carne suína. O objetivo é desenvolver e implantar uma metodologia padronizada de cálculo dos custos de produção, além de comparar os índices técnicos, os preços e os custos de produção dos participantes e apoiar estudos de competitividade entre os países.

A rede é articulada a distância e promove um encontro anual. O deste ano aconteceu em Wageningen, na Holanda, e teve a participação de representantes da Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Reino Unido, República Tcheca e Suécia. O Brasil participa desde 2008 representado pela Embrapa Suínos e Aves.

Clique aqui e veja como está o comportamento de custo da produção de suínos no Brasil em 2017!

Adaptado de Lucas Scherer Cardoso, da Embrapa

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics!

Custo mundial da produção de suínos cai, exceto no Brasil was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!