produtividade do bezerro

Como evoluíram os dados de preço e produtividade do bezerro

O Farmnews destaca artigo do Cepea que apresenta os dados de preço e produtividade do bezerro entre os anos 2000 e a parcial de 2019.

Afinal como evoluiram o preço e a produtividade do bezerro no País avaliada segundo dados do Cepea em quase 20 anos?

Vale lembrar que o Farmnews apresenta os dados históricos dos preços corrigidos do bezerro ao longo de 10 anos, entre 2009 e 2018. Clique aqui e confira!

Analisando-se a série de dados de bezerro do Cepea, iniciada em 2000, verifica-se que, naquele período, o peso médio do animal de desmame em Mato Grosso do Sul era de 180 kg. Nesse mesmo período, a diferença entre os valores mínimos e máximos pagos pelo animal de reposição no mesmo estado era de apenas R$60,0 por cabeça.

Em 2019, o peso médio do bezerro está em 201 kg, ao passo que a diferença entre os preços mínimo e máximo de comercialização dos animais se ampliou, indo para R$400,0 por cabeça.

Clique aqui e confira como evoluiu o peso médio do bezerro entre os anos de 2009 e 2018, segundo dados do Cepa.

Segundo pesquisadores do Cepea, o mercado tem acompanhado o crescimento na produtividade da pecuária nacional e, com isso, vem pagando mais por animais pesados e/ou valorizando justamente a precocidade. Já os bezerros mais leves acabando sendo “penalizados”, recebendo preços menores.

E por falar na produtividade do bezerro, clique aqui e confira os dados históricos da produtividade da pecuária de corte nacional ao longo de 100 anos!

Clique aqui e confira também alguns dados do Cepea referentes a margem da cria e recria e engorda de bovinos de corte em 2018.

Adaptado do Cepea

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Como evoluíram os dados de preço e produtividade do bezerro was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!