valorização do bezerro

Valorização do bezerro supera a do boi gordo em cerca de 4 vezes.

A valorização do bezerro segue em ritmo forte e em março alcança novo recorde!

No fim da primeira quinzena de março o preço do bezerro superou o patamar de R$1.800,0 por cabeça, o que representa novo recorde em termos nominais.

O comportamento de preços do bezerro e do milho tem sido destaque em 2020, com alta significativa e muito acima da observada para o boi gordo e a soja. Clique aqui e confira os dados!

No dia 13 de março o bezerro foi negociado a R$1.813,32 por cabeça, valor 23,6% maior que a cotação de apurada no início de 2020 (R$1.467,51).

Vale destacar que no período o preço do boi gordo variou de R$192,95 a R$204,70 por arroba, segundo indicador Cepea, acumulando alta de 6,1% até a parcial de março.

Isso mostra que a valorização do bezerro foi muito superior à observada para o boi gordo.

O bezerro acumula ganho de 23,6% em 2020 até o dia 13 de março, enquanto o boi gordo de 6,1%. Pois é, a valorização do bezerro foi cerca de 4 vezes maior que a do boi na parcial de 2020.

O resultado dessa diferença foi refletida na queda do poder de compra do pecuarista no momento de repor o rebanho. Clique aqui e confira dados que revelam a queda da relação de troca de bezerros por boi gordo em 2020.

E nunca é demais lembrar que o custo de produção da pecuária, especialmente da recria e engorda, está diretamente associada ao custo do bezerro. E em 2019 apesar da forte alta do boi gordo nos últimos meses do ano, o custo de produção comprometeu o resultado a atividade. Clique aqui e saiba mais do assunto.

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Valorização do bezerro supera a do boi gordo em cerca de 4 vezes. was last modified: by