agricultura de baixo carbono

Agricultura de baixo carbono melhora a produtividade da pecuária

Pesquisa revela que a agricultura de baixo carbono resulta em aumento da produtividade na pecuária de corte!

A pesquisa realizada em Santa Catarina teve o objetivo de avaliar o impacto de duas políticas públicas, o Programa de agricultura de baixo carbono (ABC) e o programa de desenvolvimento da pecuária de Santa Catarina, atuando de forma complementar para melhorar a produção de bovinos de corte.

  • O programa de agricultura de baixo carbono, conhecido como ABC, é um programa do governo federal que visa promover a adoção de tecnologias agropecuárias sustentáveis nos setores com alto potencial de mitigação das emissões de gases de efeito estufa de combate ao aquecimento global.
  • O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Agricultura e Pesca (SAR), com o objetivo de subsidiar o interesse do ABC estabeleceu, por meio de programas de financiamento, projetos de pecuária de corte que apresentam metas englobando tecnologias sustentáveis para mitigação de Gases de Efeito Estufa (GEE) e evolução no sistema de produção com geração de renda e estabilidade.

A pesquisa teve início em janeiro de 2012 e foi realizada nas regiões: Planalto Norte, Vale do Itajaí, Cordilheira, Centro-Oeste, Oeste do estado de Santa Catarina. 170 fazendas que receberam o subsídio dos programas foram monitoradas durante 5 anos.

Na Tabela abaixo, podemos observar as atividades que receberam o subsídio dos programas.

A pesquisa mostrou que houve aumento do rebanho em 21%, aumento de 44% no número de fêmeas, e uma redução na idade de abate em 12 meses. Foi possível observar progresso em relação ao manejo das pastagens e os índices zootécnicos das propriedades estudadas após os cinco anos de implementação dos programas. Confira alguns desses indicadores nas Figuras abaixo.

Evolução do rebanho entre 2012 e 2017. Barras cinza e preto representam os anos de 2012 e 2017, respectivamente.

Diferença entre 2012 e 2017 no número de novilhos com 24 e 36 meses destinados ao abate. Barras em cinza representam animais de 24 meses e em preto os animais de 36 meses.

agricultura de baixo carbono

Opinião dos agricultores sobre seus conhecimentos em manejo de pastagens antes e após os programas públicos. Barras em cinza representa antes (ano 2012) e em preto após os programas (ano de 2017).

agricultura de baixo carbono

Os autores da pesquisa concluíram que o investimento de recursos do programa ABC subsidiado pelo programa de desenvolvimento na produção de bovinos de corte de Santa Catarina teve um impacto positivo sobre os sistemas produtivos, elevando a renda do agricultor, índices zootécnicos e uso de tecnologias em atividades com potencial de mitigação de GEE.

Aliás, por falar em GEE, clique aqui e saiba quais as principais fontes de emissão dos gases de efeito estufa!

As políticas públicas ajudaram os agricultores a entenderem melhor sua percepção da adoção de tecnologia, alterando o perfil das fazendas, conciliando eficiência produtiva, econômica e sustentabilidade através das políticas públicas implementadas.

Saiba que os benefícios da produção integrada, lavoura-pecuária-floresta, vão além da produtividade e do retorno econômico. Clique aqui e saiba mais!

Clique aqui e acesse os dados da pesquisa na íntegra!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Agricultura de baixo carbono melhora a produtividade da pecuária was last modified: by