consumo de carne bovina

Os valores humanos influenciam nas preferências do consumo de carne bovina?

Como os valores humanos influenciam nas preferências do consumo de carne bovina em relação ao bem-estar animal e à produção ecológica?

A pesquisa realizada em duas regiões populosas em Tóquio, buscou avaliar como os valores humanos podem influenciar na escolha de um produto de origem animal, no caso de carne bovina, frente a novas informações nos rótulos do produto, além das informações usuais como o tipo de corte da carne, peso e o preço, por exemplo.

Entre as novas informações, as principais estudadas foram em relação ao bem-estar animal e produção ecologicamente correta.  Para completar a pesquisa, os pesquisadores também utilizaram outros aspectos, como origem da carne e preço.

Frente a crescente demanda por carne no mundo, aliado a disseminação de conceitos como bem-estar (clique aqui), a produção sustentável (clique aqui), com menor impacto ambiental, o governo do Japão buscou através desta pesquisa, compreender quais informações seriam necessárias e eficientes conter nos rótulos de produtos de origem animal, como neste estudo em relação a carne bovina.

Para isso, aplicou um questionário hipotético e online para possíveis consumidores. No total 846 pessoas foram analisadas. Os pontos analisados foram:

  • Bem-estar animal: Com a crescente demanda pela conscientização de como os animais são manejados durante o tempo em vida e durante o abate, é notável o número de técnicas e certificações que estão surgindo para garantir ao consumidor final que em vida, aquele animal não passou por sofrimentos. São vários aspectos que garantem que o animal está em estado de bem-estar animal, entre eles podemos citar as características como:
    • 1. Estar livre de fome e sede;
    • 2. Estar livre de desconforto;
    • 3. Estar livre de injuria e doença;
    • 4. Ter liberdade para expressar os comportamentos naturais da espécie e,
    • 5. Estar livre de medo e de estresse.
  • Produção ecologicamente correta: Neste tópico, a preocupação dos autores é saber como a informação de que o produto foi produzido e processado com ideais de redução de impacto ambiental e sustentabilidade pode influenciar na compra e consumo de carne bovina.
  • Origem: No Japão os principais fornecedores de carne são os Estados Unidos da América e a Austrália. De uma maneira geral, sabe-se que existe uma preferência pelo consumo de carne de bovinos produzidos no país, mas que pelo alto preço, as carnes dos outros países citados são mais consumidas, sendo a da Austrália a segunda mais preferida entre a população.
  • Preço: Com a relevância de entender se o preço é um fator de escolha ou até que ponto o preço seria um fator de escolha para estas informações, os autores correlacionaram esta informação.

Os consumidores que mais mostraram preferência pelas informações de bem-estar e produção ecológica são positivamente correlacionadas com as características de valores humanos: “abertas a mudança” e “segurança alimentar”, mas negativamente afetadas pela característica de “autopreservação”.

Para a população estudada, a característica “segurança alimentar” está altamente correlacionada com as informações, sugerindo que animais que são submetidas a tais práticas resulta em produtos, no caso a carne bovina, seguras para serem consumidas.

Os consumidores de carne mais exigentes em qualidade e informação do produto! Clique aqui e saiba mais do assunto!

Apesar de influenciar sim a qualidade da carne é importante ressaltar e disseminar a informação de que não são apenas estas informações que garantem a seguridade para consumir tais alimentos.

Por isso, além de incluir estas novas informações, bem-estar e produção ecologicamente correta, uma série de medidas para esclarecer a sociedade o que significa tais informações também são necessárias e podem estimular ainda mais o consumo destes alimentos.

O estudou constatou que 90% dos consumidores são influenciados pelo tipo de informação que contém no rotulo.

Aliás, o Farmnews destacou a importância da rotulagem das carnes. Será que elas realmente informam o que o consumidor precisa saber? Clique aqui e descubra!

É importante lembrar que por se tratar de um questionário online, os respondentes tinham tempo para responder e pensar qual opção eles iriam comprar. Na realidade, com a correria do dia-a-dia, este fator de parar e ler um rotulo poderia influenciar os resultados.

Porém, conhecer profundamente como os valores humanos podem influenciar, mesmo que hipoteticamente é o primeiro passo para nortear outras pesquisas e investir em políticas públicas e privadas para disseminação do conhecimento sobre as informações, melhorar o manejo dos animais e reduzir o impacto ambiental das produções. E aliada com estratégias de marketing, isto pode além de focar em fundamentos que apresentem resultados efetivos, pode alavancar e desencadear uma série de medidas em toda a cadeia de produção de carne.

E por falar no consumo de carne bovina, clique aqui e confira como está distribuído o consumo de carnes no Brasil e no mundo!

Clique aqui para acessar a pesquisa na íntegra!

Sobre o autor: Beatriz Queiróz dos Reis é formada em zootecnia pela UNESP de Dracena. Atualmente é aluna de mestrado no Departamento de Nutrição e Produção Animal da USP.

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Os valores humanos influenciam nas preferências do consumo de carne bovina? was last modified: by