custo de produção da soja

Plantas daninhas resistentes aumentam custo de produção da soja

Estudo da Embrapa avaliou que o custo de produção da soja em lavouras com plantas daninhas resistentes ao glifosato pode subir e, muito!

A alta no custo de produção da soja pode chegar, em média, de 42% a 222%, principalmente pelo aumento de gastos com herbicidas e pela perda de produtividade do grão.

Segundo o pesquisador Fernando Adegas, da Embrapa, os valores sobem, em média, entre 42% e 48% para as infestações isoladas de buva e de azevém, respectivamente, e até 165% se houver capim-amargoso resistente. Em casos de infestações mistas de buva e capim-amargoso, por exemplo, o aumento médio é de 222%.

Segundo o pesquisador, o custo médio no Brasil para o controle de plantas daninhas é de R$120 por hectare. Em um cenário de infestação de azevém resistente ao glifosato, por exemplo, existe a necessidade do uso de um herbicida alternativo associado ao glifosato para controle da infestante. “Nesse caso, o custo por hectare fica entre R$118,60 e R$236,70, o que representa um aumento médio de gasto com herbicidas de R$57,65”, calcula.

Adegas explica que em áreas infestadas com capim-amargoso resistente ao glifosato, a alternativa de controle passa a ser o uso de graminicidas. “De maneira geral, são conduzidas entre 2 e 4 aplicações de graminicidas para o controle de plantas daninhas resistentes”. Com isso, o custo médio para o controle sobe de R$120 para aproximadamente R$318. “Isso causa um impacto de 165% a mais no custo de produção da soja.”

Nas situações de infestações mistas de espécies daninhas resistentes ao glifosato, o aumento nos custos de controle é ainda pior. Em áreas com infestação de buva e de capim-amargoso, o custo de controle pode chegar a R$386 por hectare, ou seja, um aumento médio de 222% no custo de produção da soja.

Por isso, o pesquisador defende uma ampla discussão sobre a questão da resistência no Brasil. “Além do impacto econômico que já é sentido, o produtor precisa tomar medidas para minimizar ou conviver com essa resistência em sua propriedade.”

Veja também que a produção de soja na safra 2017/18 pode não cobrir os custos da atividade.

O Custo Operacional Efetivo (COE) orçado para a safra 2017/18 de soja deve subir nas principais regiões produtoras do Brasil em relação à temporada passada, segundo cálculos do Cepea/Esalq e da CNA. Clique aqui e saiba mais!

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics!

Plantas daninhas resistentes aumentam custo de produção da soja was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!