interno_fabrica (1)

Fábrica de ração da Unesp, oportunidades de pesquisa e extensão

No Farmnews de hoje, a Unesp de Botucatu apresenta sua nova instalação fabril para pesquisa na área de nutrição animal. Com a finalidade de apoiar as atividades de ensino e pesquisa e extensão, a nova fábrica de ração da Unesp de Botucatu foi projetada para atender a evolução dos conceitos em Nutrição Animal e a implementação de novas tecnologias nos sistemas de produção. Essas novas tecnologias exigem acentuado desenvolvimento na tecnologia de fabricação e controle de qualidade das rações para garantir competitividade tanto na produção animal como na confiabilidade das informações científicas nacionais e internacionais.

Para atender as normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Boas Práticas de Fabricação (BPF), foram projetadas duas linhas de produção independentes para evitar contaminação cruzada nas rações de Ruminantes.

A fábrica possui área de 800 m2 e uma capacidade de produção de ração farelada de 5000 kg/hora e de ração extrusada de 500 kg/hora. Veja abaixo vista externa da fábrica de ração da Universidade.

 

externo_fabrica (1)

 

A adequação da fábrica de ração proporcionará condições ideais para o desenvolvimento de atividades práticas, através de estágios em diversas disciplinas: Alimentos e Bromatologia, Boas Práticas de Fabricação, Formulação de Ração, Processamento de Alimentos, Nutrição de Ruminantes e Monogástricos. Essas atividades irão preparar profissionais com condições plenas de atuar no mercado de trabalho, na área de produtos destinados à alimentação animal.

A abertura de novas linhas de pesquisa em qualidade de alimentos e a implantação de programas de controle de matérias-primas e de rações, que serão produzidas ao longo do processamento dentro de um conceito de certificação de origem, permitirão avanços nas pesquisas de impacto internacional. Através de um controle de qualidade em todas as etapas de produção será possível a confecção de fórmulas mais específicas e refinadas para estudos com vitaminas, minerais, aminoácidos e aditivos, os quais participam em pequenas quantidades nas formulações, requerem excelente mistura final e cuidados para não serem destruídos durante o processamento (enzimas, fitogênicos, vitaminas, entre outros).

A instalação da linha de extrusão permitirá o avanço das pesquisas nas áreas de nutrição de cães, gatos e peixes, os quais utilizam rações extrusadas. Também para aves e suínos, o uso de ração extrusada é uma tendência de estudos mundiais, por melhorar o desempenho dos animais e diminuir impacto ambiental por contaminação dos excretas.

A adequação da Fábrica de Rações permitirá ampliar o número de espécies atendidas e proporcionará melhora significativa na qualidade das rações em função de melhor controle de estocagem das matérias-primas, maior uniformidade das partículas, melhor mistura e evitará contaminações cruzadas, permitindo melhor limpeza de todos os parâmetros considerados essenciais para a produção de uma ração com qualidade certificada e segura.

A produção excedente da fábrica de ração será comercializada para oferecer, aos consumidores e produtores da região, todos os avanços tecnológicos obtidos nas pesquisas desenvolvidas na Unesp- Botucatu.

A Farmnews e a Unesp – Botucatu são parceiras e traz aos nossos leitores as novidades em pesquisa e tecnologia na produção de alimentos de origem animal. Cadastre-se para receber nossas notícias semanalmente!

A Farmnews é uma parceria com a Farmlogics – http://www.farmlogics.com.br– que disponibiliza recursos de controle online de rebanho e recursos de gestão de informação na fazenda de pecuária de corte. Acesse, cadastre-se e saiba mais!

Fábrica de ração da Unesp, oportunidades de pesquisa e extensão was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!