ILPF

ILPF armazena quantidade de carbono similar à da mata nativa

O Farmnews destaca pesquisa da Embrapa que revela ser a capacidade de armazenar carbono da ILPF similar à mata nativa.

A ILPF armazena quantidade de carbono similar à da mata nativa.

Em apenas 4 anos agrícolas, a integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) foi capaz de acumular quantidades de carbono no solo similares ao estoque de áreas de mata nativa em equilíbrio.

O dado é resultado de uma pesquisa desenvolvida na Embrapa Agrossilvipastoril (MT) que monitorou 3 diferentes sistemas de ILPF: uma área com sistema agropastoril (ILP) e duas com sistema agrossilvipastoril (ILPF), uma delas com renques de árvores espaçados em 50 metros e outra em 15 metros.

Os resultados mostraram que após 2 anos de lavoura de feijão-caupi e milho e 2 anos de pastagem com braquiária Piatã,  os 2 sistemas produtivos apresentaram estoques de carbono (matéria orgânica), semelhantes ao valor na mata nativa da Área de Preservação próxima ao experimento.

A mata foi utilizada como comparativo por se aproximar do ambiente natural da região. Nela, o estoque de carbono encontrado é de 75 toneladas por hectare (t/ha).

O maior acúmulo ocorreu na ILPF com espaçamento de 50 metros, com 70,4 t/ha. Em seguida ficou a ILP, com 69,7 t/ha. Embora a área de ILPF com espaçamento de 15 metros não tenha alcançado estoque similar ao da mata, já possui valores bem próximos, com 65,5 t/ha.

“A literatura mostra que, de forma geral, o tempo necessário para que haja mudanças usando sistemas mais conservacionistas é de 8 a 10 anos e demora em torno de 20 anos para recuperar esse solo. Aqui demoramos apenas 4 anos para alcançar valores similares ao do ambiente natural”, destaca o pesquisador da Embrapa Eduardo Matos.

Ele ressalta ainda que a área avaliada foi desmatada em 1984 e revela um histórico de cerca de 30 anos com agricultura em cultivo tradicional e semeadura direta antes da implantação dos sistemas integrados.

De acordo com Matos, a presença da braquiária no sistema produtivo ajuda a explicar a rapidez do processo de recuperação do estoque de carbono no solo.

“A partir do momento em que o produtor faz a rotação de culturas, ele tem uma lavoura sendo adubada e na sequência, uma pastagem. Essa pastagem tem potencial de recuperar boa parte dos nutrientes adicionados ao solo e que a lavoura não conseguiu utilizar”, destaca o pesquisador.

A interação dos componentes e o fato de a árvore possuir raízes ainda mais profundas que as braquiárias complementam o aporte de matéria orgânica.

Porém, a presença de árvores em espaçamento mais estreito, reduzindo a entrada de luz, provoca o menor acúmulo de matéria orgânica. “A sombra é interessante? Sim. Mas deve haver um equilíbrio entre o excesso de sombra e a ausência dela”, destaca Matos.

O Farmnews é o canal de notícias da Farmlogics – www.farmlogics.com.br. Cadastre-se e confira nosso plano grátis de gestão de pecuária de corte.

ILPF armazena quantidade de carbono similar à da mata nativa was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!