Gestão

Compare dados da pecuária do Brasil e dos Estados Unidos entre 2018 e 2022

O Farmnews compara alguns dados da pecuária do Brasil e dos Estados Unidos entre 2018 e a expectativa para 2022.

Afinal, como evoluíram e como tem se comportado alguns dos principais indicadores da pecuária de corte entre os 2 principais produtores mundiais de carne bovina?

Pois é, o USDA atualizou em janeiro de 2022 alguns dados de previsão de rebanho, produção, exportação e consumo de carne bovina e vale apenas comparar os números dos Estados Unidos e do Brasil.

Bom, quando o assunto é rebanho, o Brasil tem apresentado forte aumento do plantel ano após ano (Tabela), ao contrário dos Estados Unidos. Isso porque enquanto o rebanho brasileiro saltou de 232,35 milhões em 2018 para uma expectativa de alcançar 264,10 milhões de cabeças em 2022, o rebanho dos Estados Unidos caiu de 94,29 milhões para 91,80 milhões de cabeças no mesmo período. Com isso, o rebanho dos Estados Unidos deve ficar 65,2% menor que o total do Brasil, a maior diferença ao longo dos últimos anos.

Apesar da diferença entre os rebanhos estar aumentando a favor do Brasil, o abate em número de cabeças por outro lado tem aumentado a favor dos Estados Unidos. Vale ressaltar que o Brasil tem diminuído o ritmo de abate de fêmeas estimulado pelo preço recorde do bezerro.

Os dados do abate de bovinos no Brasil mostram forte queda em 2021 frente aos anos anteriores. Clique aqui e confira os dados!

A Tabela a seguir apresenta alguns dados da pecuária de corte do Brasil e dos Estados Unidos entre 2018 e a expectativa para 2022, segundo dados do USDA.

A pecuária do Brasil apresentou queda na produção de carne bovina e abate principalmente pela queda no ritmo de abate de fêmeas, com a atividade de cria estimulada devido ao preço da reposição.

E por falar em reposição, o preço corrigido do bezerro em 2021 ficou próximo da média de R$3,0 mil por cabeça e acumulou 3 anos consecutivos de alta. Clique aqui e confira os dados!

E a pandemia também afetou o consumo de carne bovina no Brasil, certamente mais que nos Estados Unidos. A queda no consumo de carne bovina no mercado doméstico brasileiro tem sido mais forte que nos EUA. aumentando a diferença do total de carne bovina consumida entre os países.

Em 2021 o consumo absoluto de carne bovina nos Estados Unidos foi 80,0% maior que no Brasil (12,71 contra 7,06 milhões de toneladas em equivalente carcaça). Em 2022 a expectativa é que essa diferença diminua um pouco, para 73,5% (Tabela) mas ainda muito acima do que foi observado em 2018 e 2019, por exemplo.

O Farmnews atualiza os dados projetados dos maiores rebanhos e produtores mundiais de carne bovina para 2022. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Compare dados da pecuária do Brasil e dos Estados Unidos entre 2018 e 2022 was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: