commodities agrícolas

Preços das commodities agrícolas em abril e no 1° quadrimestre de 2018

O Farmnews apresenta a variação acumulada dos preços das commodities agrícolas nos primeiros 4 meses de 2018.

A Figura a seguir ilustra o comportamento da variação acumulada do boi gordo, bezerro, milho e soja, em valores nominais, segundo dados do Cepea/Esalq, desde o início do ano até ao final de abril de 2018.

 

commodities agrícolas

Fonte: Dados do Cepea/Esalq (adaptado por Farmnews)

 

Os dados acima revelam que dentre as commodities agrícolas avaliadas, o destaque até o final de abril de 2018 fica para a soja que, ao longo deste último mês analisado, superou a alta acumulada pelo milho.

No 1° quadrimestre de 2018 a soja acumula alta de 20,3% (indicador Cepea base Paranaguá-PR), enquanto que para o milho a variação é positiva em 15,4%.

Por outro lado os preços do mercado pecuário seguem com pouca variação no ano até o momento. O bezerro (indicador Cepea base Mato Grosso do Sul), avaliado em Reais por arroba, acumula leve alta de 2,0% até o final de abril de 2018. Já o boi gordo acumula perda de 2,9% no mesmo período.

Vale destacar que em abril de 2018, das commodities agrícolas avaliadas, apenas a soja acumulou alta. E a alta da oleaginosa foi de 7,0% no mês. Já o boi gordo, bezerro e o milho apresentaram variação negativa de preços no mês de abril.

O bezerro liderou a queda em abril de 2018, com baixa de 3,6%, seguido do milho com 2,2% de queda e o boi gordo com 1,3%.

O Farmnews também atualiza os dados da variação acumulada dos preços das commodities na última década, ou seja, entre os anos de 2008 e 2017. Afinal, qual das commodities apresentaram a maior variação acumulada desde janeiro de 2018, boi gordo, bezerro, milho ou soja? Clique aqui e descubra!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Preços das commodities agrícolas em abril e no 1° quadrimestre de 2018 was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!