Mercado

Preço futuro do boi gordo frente ao físico, dados de junho (3)

O Farmnews comparou o preço futuro do boi gordo para os vencimentos até dezembro de 2024 com a referência no físico, em junho (3).

O mercado futuro do boi gordo segue descolado do físico (primeira Figura). O mercado físico (Cepea) renovou a mínima de 2024 no primeiro dia útil de junho (3), cotado a R$216,7 por arroba, enquanto o contrato para vencimento em outubro (BGIV24), por exemplo, ficou mais estável em torno de R$242,0 por arroba (primeira Figura).

O Farmnews apresentou os dados do preço do boi gordo, bezerro, milho e soja nos meses de maio, de 2018 a 2024. Clique aqui e confira!

A Figura ilustra a evolução diária do preço do boi gordo no mercado físico (Cepea) e futuro, para outubro de 2024, em Reais por arroba.

preço futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 e Cepea (elaborado por Farmnews)

Apesar da forte pressão de baixa no mercado físico no pico da safra, o mercado futuro para os contratos com vencimento ao longo da segunda metade de 2024 se mantém mais estável, refletindo na maior diferença entre o preço esperado e atual do boi gordo, como ilustram os dados da segunda Figura.

A Figura abaixo apresenta dados de preço do boi gordo no mercado físico (Cepea) e dos contratos futuros, segundo B3, entre maio e dezembro de 2024, em Reais por arroba, no dia 3 de junho.

Acompanhe - O Farmnews indica!
preço futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 e Cepea (elaborado por Farmnews)

O preço futuro do boi gordo segue mais estável, ao contrário do mercado físico, aumentando a diferença entre o valor esperado e atual da arroba no início de junho.

O preço esperado do boi gordo para outubro de 2024 foi cotado a R$242,5 por arroba em junho (3), valor relativamente próximo do valor nominal médio observado em outubro de 2023 (R$237,8). O contrato para outubro precifica uma recuperação em torno de R$25,8 por arroba em relação ao físico ou uma perspectiva de alta de 11,9% frente ao preço atual do indicador (R$216,7).

Vale lembrar também que a pressão negativa no preço do boi gordo (clique aqui) e a maior estabilidade no preço do bezerro em 2024 mantém, em queda, o poder de compra do pecuarista que depende da reposição do rebanho no mercado. Como temos comentado, a expectativa da valorização da reposição com a virada no ciclo pecuário tende a diminuir a relação de troca encarecer a recomposição do rebanho. Vale ficar atento, principalmente para aqueles que ainda buscam oportunidade de compra de animais mais jovens!

O Farmnews apresenta em seu painel de cotações, a curva diária do preço físico e futuro do boi gordo para os contratos em aberto e de maior liquidez. Clique aqui e acompanhe!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo