produtividade da pecuária de corte

Produtividade da pecuária de corte, 100 anos de história!

Vamos aproveitar a oportunidade de apresentar alguns números históricos da produtividade da pecuária de corte nacional.

Aproveitamos um trabalho de pesquisa recente que a Farmlogics desenvolveu a partir de dados do Almanaque Abril, IBGE entre outras referências para divulgá-los aos nossos leitores por achar importante conhecer um pouco dos números históricos da pecuária nacional.

O objetivo aqui é o de apenas apresentar a evolução de alguns dos principais índices de produtividade da pecuária de corte. Afinal de contas, dados da pecuária são na maioria das vezes poucos e diversos.

É importante conhecer os primeiros dados de produtividade da pecuária de corte nacional.

Vamos então a alguns números…

A primeira Figura apresenta a evolução do rebanho bovino nacional desde 1900.

 

Dados adaptados do Almanaque Abril

Dados adaptados do Almanaque Abril

 

Veja que o rebanho bovino brasileiro apresenta um crescimento mais intenso a partir da década de 80, quando saiu de 78 milhões no fim dos anos 70 para os atuais 205 milhões de animais. Nesses quase 40 anos o rebanho nacional mais que dobrou.

A segunda Figura abaixo mostra a evolução da área de pastagem e rebanho em um período mais recente, já que não encontramos dados confiáveis de área de pasto anteriores a 1940.

 

produtividade da pecuária de corte

 

Os dados acima destacam que o rebanho cresceu bem mais que a área de pastagem durante o período analisado, mostrando o ganho de produtividade por área principalmente a partir da década de 80. Desde 1980 a área de pastagem aumentou discretamente (de 179 para os atuais 199 milhões de hectares), enquanto no mesmo período o rebanho subiu de 119 milhões para os atuais 205 milhões de animais.

A terceira Figura apresenta a evolução anual do número de bovinos abatidos no Brasil desde 1910.

 

produtividade da pecuária de corte

 

Assim como para o efetivo de rebanho, o total de animais abatidos cresceu sensivelmente desde a década de 80, reforçando os ganhos de produtividade obtidos a partir deste período. Veja que no início desta série histórica eram abatidos cerca de 2,0 milhões de animais anualmente. Hoje esse número está acima de 40 milhões de animais ao ano.

A última Figura apresenta a evolução da taxa média de ocupação no Brasil, expressa em cabeças por hectare desde 1940.

 

produtividade da pecuária de corte

 

A evolução da taxa de ocupação média anual ao longo das décadas comprova o movimento de ganho de produtividade, como observado pelo crescimento de rebanho muito superior a evolução da área de pastagem. No início dos anos 40 a taxa de ocupação média era de cerca de 0,3 animais por hectare, enquanto atualmente está um pouco acima de 1,0 animais por hectare.

O objetivo deste material, com o resumo de algumas informações históricas da pecuária de corte nacional, é de apenas apresentar aos nossos leitores dados da evolução da atividade no país. Há muita curiosidade e interesse sobre a evolução da produtividade da pecuária e esses números talvez ajudem a entender melhor o passo a passo dessa trajetória.

Os números mostram a contínua evolução dos índices de produtividade da pecuária nacional. Certamente que a pecuária de corte tem muito a evoluir em termos de ganhos produtivos, mas é de se ressaltar a incorporação de tecnologia conseguida até o momento, fruto de trabalho de genética, nutrição, ambiente, manejo e um agricultura cada vez mais presente na produção animal.

 

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Produtividade da pecuária de corte, 100 anos de história! was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!