Mercado

Ágio do preço futuro do milho para vencimento em março de 2023

O Farmnews apresenta a evolução do ágio do preço futuro do milho para o contrato com vencimento em março de 2023.

E antes de falar em ágio do preço futuro do milho frente ao valor do mercado físico, o preço esperado do grão para março de 2023 voltou a ser cotado acima de R$93,0 por saca no dia 23 de novembro, o que não era observado desde o início do mês. Pois é, após acumular queda ao longo da primeira quinzena de novembro, o preço projetado do milho para março de 2023 apresentou recuperação, como ilustra a primeira Figura abaixo.

A Figura abaixo ilustra a evolução do preço futuro do milho (CCMH23) e do preço do milho (Cepea), em Reais por saca, ao longo de 2022, desde abril

ágio do preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 e Cepea (adaptado por Farmnews)

Desde que o contrato para vencimento em março de 2023 (CCMH23) ganhou maior liquidez, em abril, o preço do grão no mercado físico (Cepea) acumulou queda de 7,1%. Isso porque iniciou abril a R$92,0 por saca e no dia 23 de novembro foi cotado a R$85,5 por saca. No mesmo período o preço projetado do milho para março de 2023 acumulou alta de 1,2%. Mas é importante destacar que ao longo do período o valor do contrato (CCMH23) chegou a ser cotado a R$104,0 por saca em maio, o que representou um forte ágio frente ao valor da saca praticada no mercado físico no período, como destaca a segunda Figura. Em maio, por exemplo, o ágio do preço futuro do milho frente ao valor praticado no mercado físico chegou a ficar próximo de R$17,0 por saca.

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do ágio do preço futuro do milho para vencimento em março de 2023 (CCMH23) em relação ao mercado físico (Cepea), em Reais por saca, ao longo de 2022, desde abril.

O ágio do preço futuro do milho para vencimento em março de 2022 frente ao físico acumulou queda em novembro de 2022.

Apesar dos registros pontuais de alta ao longo do mês de novembro, o ágio do preço esperado do milho para março de 2022 em relação ao valor praticado no mercado físico vem caindo, como ilustra a Figura acima. Isso porque esse ágio chegou a ser negociado acima de R$10,0 por saca entre o final de julho e a primeira metade de outubro. Desde a segunda quinzena de outubro o ágio segue abaixo de R$10,0 por saca e no final de novembro vem oscilando em torno de R$7,0 por saca.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Claro, essa queda no ágio entre a expectativa futura no preço do grão e o mercado físico é natural conforme o período de vencimento do contrato se aproxima. A expectativa do preço do milho para março de 2023 de R$93,10 por saca observada no dia 23 de novembro representa uma queda de 6,7% em relação a média nominal (Cepea) de março de 2022 (R$99,7).

E mudando de asunto, o indicador de sacas de milho por arroba de boi gordo na parcial de 2022 foi o menor para um mês de novembro desde 2012. Clique aqui e confira os dados!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo