Mercado

Mercado futuro do boi gordo, milho e soja na parcial de janeiro (19)

O Farmnews apresenta a variação de preço do mercado futuro do boi gordo, milho e soja ao final das 3 primeiras semanas de 2024.

O fato é que, após iniciar o ano de 2024 mais estável, o mercado futuro do boi gordo também passou a acumular queda, a exemplo do milho e a soja, ainda que os grãos estejam com perdas muito mais expressivas até o final da terceira semana do ano (Figura).

A Figura ilustra a variação acumulada do preço futuro do boi gordo (BGIK24), do milho (CCMH24) e da soja (SJCK24), ao longo de 2024, até o dia 19 de janeiro.

mercado futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 (adaptado por Farmnews)

O mercado futuro do boi gordo passou a cair na parcial de janeiro, embora com perdas menos expressivas comparado ao milho e a soja.

O contrato futuro do boi gordo para vencimento em maio de 2024 (BGIK24), por exemplo, acumulou queda de 3,1% desde o final de 2023 (R$243,4), cotado a R$235,9 por arroba na parcial de janeiro (19). A referência, no físico (Cepea), dos contratos futuros do boi gordo, segue mais estável no ano, cotado a R$249,6 por arroba, queda de 1,1% frente ao valor que encerrou 2023 (R$252,3).

O importante é destacar que o preço esperado do boi gordo para maio de 2024, além de operar abaixo de R$240,0 por arroba, caiu para o menor patamar desde o início de novembro de 2023. Vale observar também que os contratos futuros do boi gordo seguem com deságio frente ao físico, especialmente aqueles para vencimento na primeira metade do ano (clique aqui).

O preço esperado do boi gordo para outubro de 2024 que vinha sustentando ágio frente a referência no físico também passou a cair em janeiro, alcançando o menor patamar em 2 meses (clique aqui), o que pode indicar oportunidade no curto prazo, diante da expectativa mais otimista para o mercado de carne bovina ao longo do ano.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

O preço do milho e da soja mantém como destaque negativo no ano, tanto no mercado futuro como no físico. O contrato futuro do milho para vencimento em março de 2024, por exemplo, caiu 13,1% desde o final de 2023, cotado a R$65,3 por saca na parcial de janeiro (19). No mercado físico (Cepea), o preço do grão acumula queda de 8,1% no mesmo intervalo de tempo, cotado ao final da terceira semana de 2024 a R$63,0 por saca.

No caso do preço da soja (Cepea, Paranaguá-PR), o grão desvalorizou 14,5% ao fim das 3 primeiras semanas de janeiro, cotado a R$121,8 por saca. Lembrando que o preço da oleaginosa encerrou 2023 a R$142,5 por saca. O preço do contrato futuro do grão para vencimento em abril de 2023 foi cotado a US$27,0 por saca na parcial de janeiro, queda de 7,2% desde o fim de 2023.

No caso dos grãos, apesar da quebra de safra em algumas das principais regiões produtoras no País e dos ajustes negativos esperados na produtividade que ainda estão por vir, a produção mundial e o estoque do milho e da soja devem subir na safra 2023/24, mesmo porque o consumo mundial tende a crescer menos no ano.

E por falar no assunto, o Farmnews atualizou os dados de produção e estoque mundial de soja para a safra 2023/24 em janeiro de 2024. Clique aqui e confira!

Vale lembrar também que o Farmnews atualiza, diariamente, os dados dos preços do mercado futuro do boi gordo (clique aqui), milho (clique aqui) e soja (clique aqui)!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo