preço do boi gordo

Preço do boi gordo pressionado em novembro, após recorde

O preço do boi gordo inicia segunda quinzena de novembro pressionado pelos compradores, principalmente daqueles com foco no mercado interno.

Após o indicador Cepea do boi gordo ter atingido R$292,00 no dia 11 de novembro, os valores da arroba se enfraqueceram (Figura). Segundo pesquisadores do Cepea, muitos frigoríficos, especialmente os que trabalham apenas com o mercado doméstico, postergam as compras de novos lotes de animais nos atuais patamares.

Com isso, esses agentes se afastam do mercado, trabalham com escalas curtas e adquirem lotes apenas quando há necessidade. No entanto, a oferta de animais prontos para abate ainda é muito baixa, contexto que limita quedas mais intensas nos preços de negociação.

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do preço do boi gordo, em valor nominal, segundo indicador Cepea, em Reais por arroba, ao longo de 2020.

O fato é que no dia 18, o indicador Cepea fechou cotado a R$282,15, com recuo de 3,37% frente à máxima observada no dia 11. Contudo, no acumulado da parcial de novembro, no entanto, ainda se verifica avanço nos valores, de 1,35%.

Apesar da queda no início da primeira quinzena de novembro, no ano, o preço do boi gordo acumula alta de 46,2%, uma vez que iniciou 2020 a R$193,00 por arroba.

E não foi apenas no mercado físico que o boi gordo apresentou queda. Isso porque o preço futuro da arroba do boi gordo, para vencimento em maio de 2021 (BGIK21), acentua queda em novembro de 2020 e alcança o menor patamar desde início de outubro. Clique aqui e confira!

O Farmnews apresenta os dados do preço corrigido do boi gordo em novembro, ao longo da última década, de 2011 a parcial de 2020. Afinal, como evoluíram os preços do boi gordo em novembro desde 2011, em valores nominais e corrigidos pela inflação, medida pelo IGP-M? Clique aqui e confira os dados!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Preço do boi gordo pressionado em novembro, após recorde was last modified: by