preço do milho

Preço do milho praticamente zera perda acumulada em 2019

O preço do milho, na parcial de setembro, até o dia 26, acumula alta de 5,8% e praticamente zera perdas no ano.

Pois é, o preço de R$38,85 por saca observado no dia 25 de setembro, segundo indicador Cepea foi apenas 1,0% abaixo do valor praticado no início de 2019 (R$39,26 por saca).

Vale destacar que ao longo de 2019, até a parcial de setembro, o preço do milho chegou a acumular alta de 7,8% (R$42,33 por saca) e queda de 16,4% (R$32,82).

A Figura a seguir ilustra a evolução diária dos preços do milho, segundo indicador Cepea, ao longo de 2019, até o dia 26 de setembro, em valores nominais.

preço do milho
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

E por falar em preço do milho, o Farmnews apresenta os dados de preços corrigidos do grão em agosto de 2010 e 2000 comparado ao valor de agosto de 2019. Afinal, o quanto deveria valer em agosto de 2019 o milho negociado em agosto de 2006, 2010 e 2015? Clique aqui e confira!

O fato é que em setembro os preços do milho apresentaram alta em praticamente todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Segundo colaboradores, produtores brasileiros estão mais afastados dos mercados spot e a termo, atentos ao clima seco no campo e ao ritmo intenso das exportações.

Diante disso, compradores, como cooperativas e cerealistas, relataram dificuldades para adquirir novos lotes do cereal, fator que impulsionou os valores domésticos.

A exportação de milho do Brasil em 2019, até agosto, alcançou patamar recorde histórico. Isso porque entre janeiro e agosto a exportação de milho do Brasil somou o equivalente a US$3,97 bilhões, valor mais que o dobro do apurado no mesmo período de 2018 (US$1,53 bilhão). Clique aqui e saiba mais do assunto!

Adaptado do Cepea

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Preço do milho praticamente zera perda acumulada em 2019 was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!