Mercado

Preço do milho zera ganho acumulado em 2022 na parcial de março

O preço do milho praticamente zerou o ganho acumulado em 2022, pelo menos até a parcial de março.

O fato é que o mês de março reservou emoções para o preço do milho, uma vez que ao longo do período chegou a alcançar a máxima histórica em valor nominal, como a mínima do ano (Figura). Entre a máxima de R$103,9 por saca observada no dia 14 e a mínima de R$92,8 por saca apurada no dia 29, até a parcial do mês, a queda foi de 10,7%.

A Figura a seguir ilustra a evolução do preço diário do milho (Cepea), em Reais por saca, entre o início de 2022 e a parcial de março.

Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço do milho de R$92,8 (Cepea) observado no final de março praticamente zera o ganho acumulado ao longo do ano, uma vez que iniciou 2022 a R$92,0 por saca.

Essa queda no preço do milho acontece também devido a forte queda na cotação do dólar em março. No dia 29 de março o dólar foi cotado a R$4,76, queda de 15,9% em relação ao valor que iniciou o ano (R$5,66). Vale destacar que a valorização do Real frente ao dólar contribui para a alta na cotação do preço do grão em moeda americana que aliás segue nos maiores patamares históricos, cerca de US$20,0 por saca

E não foi apenas o preço do grão no mercado físico que caiu. As projeções para setembro de 2022 igualmente caíram forte. O Farmnews destaca a evolução diária do preço futuro do milho para vencimento em setembro de 2022, até a parcial de março. Clique aqui e confira!

E mudando de assunto, o Farmnews apresenta os dados da exportação de milho do Brasil nos dois primeiros meses do ano, entre 2012 e 2022. Clique aqui e o confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Preço do milho zera ganho acumulado em 2022 na parcial de março was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: