Mercado

Produção maior que o consumo pressiona o preço futuro do milho

O USDA divulgou, em maio, nova previsão para a safra 2023/24 e os dados seguem pressionando o preço futuro do milho.

Isso porque os dados revelam perspectiva de uma produção mundial maior que o consumo. A produção mundial de milho na safra 2023/24, caso o clima ajude, está prevista para 1,219 bilhão de toneladas, enquanto o consumo foi projetado em 1,204 bilhão. A produção maior que o consumo favorece a recuperação dos estoques mundiais, com estimativa de alcançar 312,89 milhões de toneladas. O estoque final de milho para a safra 2023/24, se confirmado em 312,89 milhões de toneladas, será o maior valor desde a safra 2018/19 (322,63 milhões de toneladas).

Esses dados que projetam uma maior oferta de milho, inclusive maior que a demanda, tem pressionado as cotações do grão no mercado físico e futuro no Brasil, que apresenta uma capacidade de estocagem limitada.

O Farmnews, aliás, apresenta um espaço dedicado exclusivamente aos dados do preço futuro do milho, para os contratos com vencimentos em aberto e de maior liquidez. Clique aqui e confira!

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do preço futuro do milho para vencimento em setembro de 2023 (CCMU23), em Reais por arroba, desde abril de 2022.

preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do milho para setembro de 2023 foi cotado abaixo de R$60,0 por saca pela primeira vez ao longo do vencimento, em maio.

Na parcial do ano, a queda do preço esperado do milho para setembro de 2023 supera os 30,0%, assim como para o mercado físico. Isso porque no dia 12 de maio, o preço esperado para setembro de 2023 foi de R$59,9 por saca, valor 32,9% menor que a cotação observada no final de 2022 (R$89,3). O preço futuro do milho segue acompanhando o movimento de baixa observado no mercado físico, como revelam os dados da segunda Figura, que mostra comportamento do preço futuro (CCMU23) e do mercado físico do milho (Cepea).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

A Figura abaixo ilustra a evolução do preço do milho do milho no mercado físico (Cepea) e futuro, para vencimento em setembro de 2023 (CCMU23), em Reais por saca.

preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 e do Cepea (adaptado por Farmnews)

Vale destacar que em 2023, até a parcial de maio, dia 12, o preço do milho (Cepea) acumulou perda de 31,7%, liderando a queda entre as commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews. O preço do milho encerrou 2023 cotado a R$86,1 por saca e no dia 12 de maio o valor ficou em R$58,79 por saca.

O valor médio mensal da parcial de maio de 2022 de R$61,5 por saca foi a menor média nominal desde setembro de 2020 (R$60,1). E a perspectiva de preço para 2024 segue igualmente pressionada, como ilustra a terceira Figura abaixo.

Com a queda no preço do grão, a quantidade de sacas de milho possíveis de serem compradas com uma arroba de boi gordo foi a maior desde julho de 2020. Clique aqui e saiba mais!

A Figura ilustra a evolução diária do preço futuro do milho para vencimento em março de 2024 (CCMH24), em Reais por arroba, desde fevereiro.

preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do milho para vencimento em março de 2024 (CCMH24) de R$68,1 por saca representa uma queda de 18,1% em relação ao preço médio nominal (Cepea) de março de 2023 (R$83,0).

O Farmnews também atualizou os dados de exportação de milho do Brasil, no acumulado até abril de 2023. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo