Mercado

Variação do preço do bezerro e respectiva relação de troca com o boi gordo

O Farmnews atualiza os dados da variação do preço do bezerro e do boi gordo na parcial de fevereiro e a respectiva relação de troca que alcançou o maior patamar dos últimos anos.

O preço do bezerro (Cepea, Mato Grosso do Sul), segue acumulando perda maior que a observada para o boi gordo (Cepea), ao longo dos últimos anos, como destaca a Figura abaixo. Isso porque comparando os valores de ambas as categorias desde janeiro de 2020, o bezerro chegou a acumular alta mais expressiva que o animal pronto para o abate (linha marrom), mas, após o pico de preço observado em abril de 2021, passou a acumular perda mais significativa. Desde a máxima de abril de 2021, até a parcial de fevereiro (média até o dia 17), o preço da reposição acumulou queda de 24,8%, enquanto no mesmo intervalo de tempo o preço do boi gordo (Cepea) desvalorizou 6,6%.

E por falar no assunto, o Farmnews apresenta dados da variação do preço do bezerro entre janeiro de 2021 e a parcial de fevereiro de 2023. Clique aqui e confira!

O fato é que essa maior queda do bezerro frente ao boi gordo tem melhorado o poder de compra do pecuarista que depende da reposição do rebanho no mercado, especialmente a partir de 2022 (Figura).

A Figura a seguir ilustra a variação acumulada do preço do bezerro (Cepea, Mato Grosso do Sul), avaliado em Reais por cabeça e do boi gordo (Cepea), em Reais por arroba, e da respectiva relação de preço entre as categorias, entre janeiro de 2020 e a parcial de fevereiro de 2023 (até o dia 17).

variação do preço do bezerro
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

A variação do preço do bezerro entre janeiro de 2020 e a parcial de fevereiro de 2023 ficou positiva em 48,2%, acumulando ganho menor que o observado para o boi gordo no mesmo período, de 52,8%.

Na parcial de fevereiro de 2023, média até o dia 17, com a venda de um boi gordo de 16,5@ foi possível comprar 2,06 bezerros, ambos avaliados com base nos preços do Cepea. Esse foi o maior valor ao longo da série iniciada em 2020. É importante destacar que, embora esse dado não esteja destacado na Figura acima, essa relação de troca de bezerros por boi gordo de 16,5@ foi a maior desde dezembro de 2019, quando o indicador ficou em 2,26 bezerros por boi gordo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

A queda do preço do bezerro acontece devido a maior oferta de animais após a forte queda no ritmo de abate de vacas entre 2020 e 2021 (clique aqui). Mas vale destacar também que esse melhor momento teórico de repor o rebanho não se reflete para os demais insumos, como os grãos, uma vez que o poder de compra do pecuarista segue em queda, tanto para o milho (clique aqui) como para a soja (clique aqui).

O preço futuro do boi gordo, após alcançar o maior patamar desde novembro, encontra resistência para novas altas. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo