poder de compra na recria

Poder de compra na recria e engorda está pior em 2019

No ano de 2019, o poder de compra na recria e engorda caiu, já que o pecuarista precisa de mais arrobas para troca por bezerro.

O pecuarista de recria engorda precisa estar atento e avaliar o melhor momento para compra de animais de reposição.

Segundo dados do Cepea de maio, os produtores de recria-engorda do estado de São Paulo precisavam de 8,5 arrobas de boi gordo para a compra de um bezerro no mercado sul-mato-grossense. Já em maio de 2018, eram necessárias apenas 8,3 arrobas para a mesma troca, ou seja, houve uma piora de 2,4% na relação de troca nesse período. Esse comportamento da relação de troca tem sido observado em boa parte das praças de compra e venda de animais.

Os dados do Farmnews, utilizando os preços do boi gordo e do bezerro (base Mato Grosso do Sul), segundo indicador Cepea também apontam queda no poder de compra na recria em maio de 2019 frente ao mesmo período de 2018.

A Figura a seguir ilustra e evolução da média mensal relação de troca de bezerros por boi gordo, calculada a partir dos dados do Cepea, entre maio de 2018 e maio de 2019.

Fonte: Dados do Cepea/B3 (adaptado por Farmnews)

Como revelam os dados acima o poder de compra na recria e engorda na parcial de 2019, até maio, é a menor do ano até o momento.

Aliás, o poder de compra na recria e engorda em maio de 2019 foi abaixo de 2,0 bezerros por boi gordo pela primeira vez no ano.

Neste cenário, considerando-se que os preços de compra e venda de animais apresentam um comportamento cíclico durante o ano, é possível analisar a flutuação de preços para se definir períodos em que – historicamente – é possível se encontrar animais de reposição mais baratos no mercado. Clique aqui e confira os melhores meses para comprar bezerro em termos de preço!

Pode-se observar que os valores de bezerro permanecem abaixo da média histórica durante o início do ano, de janeiro a março, e durante o final das secas, de julho a setembro. Já a arroba se mostra mais valorizada no final do ano, mais notoriamente no quarto trimestre (clique aqui).

Desta forma, pode-se inferir que o escalonamento de compras de animais de reposição, adquirindo ao menos parte dos bezerros durante o final das secas, pode permitir o acesso a animais relativamente mais baratos. Há tendência para que o mercado de reposição se mantenha em alta, devido à chegada do final das águas, período com maior escoamento de animais para abate e, consequentemente, maior demanda por animais jovens. Desta forma, o ambiente não se demonstra favorável aos terminadores.

E por falar no poder de compra na recria e engorda, pesquisador da Embrapa destaca decisões que impactam na lucratividade em ambas as fases de produção. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Adaptado do Cepea

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Poder de compra na recria e engorda está pior em 2019 was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!