Agroplanner

Gestão dos Custos de Produção no Confinamento Bovino em 2023

A gestão de custos de produção é fundamental na atividade de confinamento bovino e em 2023, foi possível evidenciar que os confinadores enfrentaram desafios significativos.

As expectativas iniciais contrastaram com a realidade, principalmente, nos meses de julho e agosto. Diante desse cenário, analisamos os custos de produção da atividade em 2023.

A gestão dos custos de produção não apenas oferece visão sobre a lucratividade, mas também orienta decisões cruciais, como o melhor momento para a aquisição de insumos, para o manejo do rebanho e para a definição de preços de venda.

Em um contexto desafiador, como foi no ano de 2023, compreender os dados destes custos é essencial para aliar a sustentabilidade com o sucesso operacional.

Em 2023 os custos, de forma nominal, variaram entre R$ 312/@ (janeiro) a R$ 225/@ (agosto). A variabilidade dos custos ocorreu devido a maior volatidade dos insumos utilizados na alimentação e nos demais itens que impactam na composição de custos para essa atividade como, a aquisição de animais e de combustíveis. O custo total mensal pode ser observado na figura abaixo.

Figura 01. Custo Total de produção de 2023

Fonte: ICBC LAE-FMVZ-USP.

Fazendo um comparativo dos preços de comercialização divulgados indicador de preços Boi Gordo do CEPEA e os custos calculados pela equipe dos indicadores ICBC LAE-FMVZ-USP, calculamos o indicador que chamamos de “Margem de Lucro Líquida Teórica” (MLLT). Ela é denominada teórica, por dois motivos: i. os custos calculados são de uma propriedade definida por metodologia específica para representar um grupo de confinadores; ii. os preços de comercialização do Boi Gordo-CEPEA são feitos a partir de metodologia de coleta de dados por amostragem. Portanto, o confinador pode ter tanto os custos como os preços de venda diferentes desta análise.

Acompanhe - O Farmnews indica!

O fato é que, essa análise de Margem de Lucro Líquida Teórica, demonstrada na figura 2, nos diz muito sobre o quão desafiador é a atividade de confinamento.
 

Figura 2. Margem de Lucro Líquida Teórica de 2023

Fonte: dados adaptados, ICBC LAE-FMVZ-USP.

Na figura acima, pode-se observar para o ano de 2023, que de doze meses avaliados, em seis deles (fevereiro, abril, maio, junho, julho e novembro) os preços do boi gordo (R$/@) foram superiores aos custos totais de produção; enquanto em outros cinco meses (janeiro, março, agosto, setembro e dezembro) foram inferiores e apenas em um (outubro) foi possível observar receitas iguais custo total. O mês de maior MLLT foi em abril, quando os preços de venda atingiram, em média, R$ 280/@, enquanto o custo total foi de R$ 248/@. Já o mês de menor MLLT foi em setembro, quando os preços de venda atingiram, em média, R$ 216/@ e o custo total foi de R$ 237/@.

Vale ressaltar, que se fosse feito um somatório de todos os meses, o resultado calculado seria positivo, mas para essa suposição, o confinador teria que ter a mesma quantidade de animais o ano todo. Ou seja, essa presunção é eminentemente teórica.

Como reflexão, apesar de 2023 ter sido um ano que apresentou queda de preço do boi gordo durante os meses de janeiro a setembro, os preços dos insumos do confinamento acompanharam de forma proporcional os custos de produção. Fazer gestão de custos e gerar rentabilidade para a atividade não é tarefa simples. A gestão de alto nível exige competência de todos os envolvidos, desde àqueles que executam atividades operacionais até a gerência.

O Farmnews atualiza, diariamente, os dados dos preços do mercado futuro do boi gordo (clique aqui), milho (clique aqui) e soja (clique aqui)!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo