Mercado

Após novo recorde preço do bezerro rompe R$3,0 mil por cabeça

O preço do bezerro renova recorde e supera novo patamar, acima de R$3,0 mil por cabeça em 2021.

Pois é, pela primeira vez o preço nominal do bezerro, segundo indicador Cepea (Mato Grosso do Sul), ficou acima de R$3,0 mil por cabeça e, com isso, quebrando mais uma barreira psicológica de preços da categoria.

O fato é que em 2021 após o boi gordo superar e consolidar valores acima de R$300,0 por arroba, agora é a vez do bezerro, deixando para trás uma barreira que a pouco tempo parecia distante, dos R$3,0 mil por cabeça.

Com o preço de R$3.016,6 por cabeça observado no dia 29 de março o bezerro passa a acumular ganho de 25,6% no ano, o maior dentre as commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews e, muito acima da alta do boi gordo no período, de 15,3%.

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do preço nominal do bezerro, em Reais por cabeça, entre 2020 e a parcial de 2021, segundo dados do indicador Cepea (Mato Grosso do Sul).

Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço do bezerro acumula ganho acima de 25,0% no 1° trimestre de 2020, com valor superior a R$3,0 mil por cabeça.

O preço médio do bezerro em março de 2021, até o dia 30, de R$2.876,0 por cabeça, além do maior valor nominal da série do Cepea, representa um ganho de 3,8% em relação ao mês anterior, fevereiro de 2021 (R$2.770,0 por cabeça) e 61,3% acima do valor nominal praticado em março de 2020 (R$1.782,5 por cabeça).

Com o preço recorde do bezerro, a taxa de abate de vacas em relação ao total de bovinos abatidos no País apresentou o menor valor em 2020.

Cabe ressaltar que uma maior retenção de fêmeas tende a impactar positivamente o crescimento de rebanho de bovinos para os próximos anos. E por falar em crescimento de rebanho, clique aqui e confira os dados dos maiores rebanhos e produtores de carne bovina esperados para o ano de 2021!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Após novo recorde preço do bezerro rompe R$3,0 mil por cabeça was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: