arroba do boi gordo

Quanto deveria valer a arroba do boi gordo em 2019?

O quanto deveria valer a arroba do boi gordo, claro, é uma pergunta que depende da premissa de comparação, já que pode abrir espaço para algumas interpretações.

E além disso, a indústria certamente irá avaliar a questão sob uma ótica que se reverta em uma maior margem de lucro. Do mesmo modo, o pecuarista que, diante de um ambiente e custos particular às suas circunstâncias de produção, deve avaliar possíveis cenários de preços da arroba do boi gordo que traduzam em lucro que justifique seus esforços.

Clique aqui e descubra por que o pecuarista brasileiro não controla o custo de produção da fazenda.

Mas a questão aqui não é essa. O objetivo é lembrar que o preço da arroba do boi gordo em setembro de 2019 (clique aqui) alcançou patamar recorde em termos nominais, mas será que, de fato, esse valor atende a necessidade de preço do pecuarista?

Vamos considerar o preço do boi gordo praticado em 1997, desde o início da série de preços do indicador Cepea disponível para consulta online. Em outras palavras o que deveria valer, em setembro de 2019 o boi gordo negociado no mesmo período de 1997, apenas considerando a correção pela inflação?

Considerando a inflação medida pelo IGP-M ao longo desses 23 anos, arroba do boi gordo deveria valer, em setembro de 2019, R$132,3. Isso porque em setembro de 1997 o preço do boi gordo foi de R$25,4 por arroba e a inflação medida pelo IGP-M acumulou alta de 420,93%.

Entre setembro de 1997 e setembro de 2019 o preço da arroba do boi gordo, em valor nominal, variou de R$25,4 para R$158,1, respectivamente, acumulado alta de 522,0%.

Pelos dados acima concluímos que a média de preços do boi gordo em setembro de 2019, de R$158,1 por arroba na parcial até o dia 27, foi acima do valor de R$132,3 considerando o valor corrigido. Pois é entre setembro de 1997 e setembro de 2019 o boi gordo tem acumulado ganho maior que o IGP-M.

Mas, claro, isso não quer dizer que o pecuarista acumulou ganhos no período. A primeira questão aqui é que o IGP-M, claro, não reflete exatamente o aumento do custo do produtor e, o principal, a base de comparação pode, de fato, ser questionada. Isso porque dependendo da base de comparação assumida, a valorização do boi gordo será maior ou menor que a inflação. Aliás, o Farmnews discutiu essa questão, mostrando dados comparativos do boi gordo e da inflação em 10 e 20 anos, com resultados totalmente diferentes ao longo dos períodos avaliados (clique aqui).

Mas tem algo aqui que merece ser destacado e se ao invés de comparar o preço da arroba do boi gordo, fizermos com relação a uma alternativa de investimento segura, renda fixa, como o CDI. Vale lembrar que o CDI começou a existir a partir de janeiro de 1998 e apesar da base de comparação ser menor que a do boi gordo, acumula alta de 1.685,5% de janeiro de 1998 a agosto de 2019.

Caso o preço da arroba do boi gordo fosse corrigida pelo CDI, ao invés do IGP-M, o valor de setembro de 1997, em 2019, valeria R$456,7.

Isso mostra que o preço da arroba do boi gordo ganhou da inflação medida pelo IGP-M mas perde e muito para alternativas de investimento seguras, como o CDI.

Pois é, ainda que o preço do boi gordo em setembro de 2019 seja recorde histórico em valor nominal, em 2019 especificamente o preço do boi gordo tem acumulado ganho inferior à inflação e demais alternativas de investimento. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Quanto deveria valer a arroba do boi gordo em 2019? was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!