Mercado

Consumo mundial de carne bovina, previsão de outubro para 2023

O Farmnews atualiza os dados da previsão do consumo mundial de carne bovina para o ano de 2023.

Afinal, como evoluiu o consumo mundial de carne bovina desde 2018 no mundo e nos principais países consumidores e a expectativa para o ano de 2023?

A expectativa é que o consumo de carne bovina no mundo some o equivalente a 56,84 milhões de toneladas em equivalente carcaça em 2023, o que indica uma leve queda frente ao valor estimado para 2022, de 56,96 milhões de toneladas (Tabela). Mas o destaque segue com a demanda chinesa que, de acordo com os dados do USDA, devem seguir em alta.

E por falar em China, a participação da China na receita de exportação de carne bovina do Brasil alcançou os maiores patamares históricos na parcial de 2022. Clique aqui e confira!

A Tabela a seguir apresenta os dados de consumo anual de carne bovina, em milhões de toneladas em equivalente carcaça, entre 2018 e a expectativa para 2022 e 2023, segundo dados do USDA de outubro de 2022.

consumo mundial de carne bovina

O consumo mundial de carne bovina deve apresentar leve queda em 2023 frente a 2022, puxado principalmente pela expectativa de queda no consumo dos Estados Unidos.

Pois é, o maior consumidor mundial de carne bovina em valores absolutos deve apresentar queda na demanda em 2023. Pelo menos é o que mostram os dados do USDA de outubro de 2022, uma vez que o consumo de carne bovina nos EUA em 2023 deve somar de 12,18 milhões de toneladas em equivalente, o que representaria queda de 4,2% frente a 2022 (12,71 milhões de toneladas).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

O segundo maior consumidor mundial, a China, deve seguir o ritmo de crescimento da demanda e atingir 10,33 milhões de toneladas em equivalente carcaça. Caso os valores sejam alcançados, o crescimento do consumo chinês frente a 2018 será de 32,4% (Tabela).

O consumo de carne bovina do Brasil também deve apresentar recuperação frente a 2022, com previsão de 7,54 milhões de toneladas em equivalente carcaça. Isso implicaria em um crescimento de 0,9% frente a estimativa de 2022 (7,47 milhões de toneladas). Apesar da esperada recuperação, os dados devem seguir abaixo do observado em 2018 e 2019, quando o consumo foi de, respectivamente, 8,00 e 7,77 milhões de toneladas em equivalente carcaça.

Do lado negativo, além dos Estados Unidos como já mencionado, a Argentina deve seguir com consumo em queda, assim como a UE e a Rússia.

O Farmnews apresenta a variação acumulada do preço da carne bovina no varejo paulista e do boi gordo entre 2021 e a parcial de 2022, até agosto. Clique aqui e saiba mais!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo