pecuária de corte argentina

Dados da pecuária de corte argentina, expectativa para 2021

O Farmnews atualiza os dados da pecuária de corte argentina entre 2019 e a expectativa para 2021.

Afinal, como evoluíram os principais indicadores da pecuária de corte da Argentina entre 2019 e a projeção para 2021?

A Tabela abaixo apresenta os dados de rebanho, abate, produção, exportação e consumo de carne bovina na Argentina segundo dados do USDA.

A expectativa para 2021 da pecuária de corte argentina segue de queda para praticamente todos os indicadores, com exceção da exportação de carne bovina.

O rebanho, a produção de bezerros e o ritmo de abate devem seguir em queda mais forte, próxima de 2,0% Tabela), enquanto o consumo e a produção de carne bovina devem cair menos, abaixo de 1,0% em 2021.

As exportações de carne bovina da Argentina em 2021 foram estimadas em 760 mil toneladas em equivalente carcaça, marginalmente menor do que em 2020. Vale destacar que a China importa praticamente 75% do total de carne bovina comercializado pelo país, pelo menos foram os dados parciais de 2020 (janeiro a julho).

O consumo de carne bovina argentina em 2021 foi em 2,35 milhões de toneladas em equivalente carcaça ou cerca de 51kg per capita, o menor volume desde 2011. Em 2021, o PIB da Argentina deve se recuperar em torno de 6% frente aos graves efeitos da pandemia COVID-19 em 2020. Contudo, os analistas argentinos projetam um poder de compra fraco em 2021 após 3 anos consecutivos de recessão econômica.

E por falar em pecuária argentina, saiba mais também da pecuária de corte australiana que, segue em fase de intensa recomposição de rebanho, com consequência negativa na produção de carne do país. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Além da Austrália, o Farmnews também atualiza os dados da pecuária de corte da China entre os anos de 2018 a 2020. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Dados da pecuária de corte argentina, expectativa para 2021 was last modified: by